F1

Haas acha difícil ajudar Fittipaldi com quilometragem para superlicença

Pietro Fittipaldi tem a chance de somar os quatro pontos que precisa para a superlicença através de participação em treinos livres com a Haas na F1. Só que o chefe Guenther Steiner precisa focar na dupla titular e em soluções no VF-19

Grande Prêmio / Redação GP, de Porto Alegre
Não é por falta de vontade, mas a Haas não pode garantir ajuda o piloto reserva Pietro Fittipaldi na busca por superlicença na Fórmula 1. A equipe americana tem a opção de colocar o brasileiro no carro em treinos livres para somar os quatro pontos restantes, mas pondera que o momento é de foco na dupla titular e na busca por soluções no VF-19.
 
Fittipaldi soma 36 pontos, muito por conta do título na já finada World Series em 2017. Faltam quatro para oficialmente ser liberado para disputar GPs de F1.
 
“Esse é um dos problemas com jovens pilotos no momento. Não há muitos com uma superlicença e conseguir uma superlicença é bem difícil”, disse Steiner. “Agora existe uma solução porque foi definido que as equipes podem dar pontos de superlicença ao colocar um piloto para andar no TL1. Se ele está precisando de quatro pontos, veremos o que vamos fazer”, seguiu.
Pietro Fittipaldi tem dificuldades para conseguir pontos de superlicença (Foto: DTM)
“É difícil para nós nesse momento. A gente faria isso [treino livre] para que ele tenha algo pensando no futuro, mas, com a situação que temos no momento, são altos e baixos e nós precisamos dos dois pilotos [Grosjean e Magnussen] testando o carro o máximo possível. Do contrário, não estaríamos focando na coisa certa. Nosso objetivo é sair do nono lugar no Mundial e melhorar. É por isso que não posso prometer coisas para o Pietro”, apontou.
 
A Haas vive um 2019 turbulento. O carro perdeu performance e, além disso, se tornou inconstante e imprevisível. A cereja no bolo é a dupla de pilotos, que já se tocou em três provas na temporada e sofre para pontuar com frequência.
 
Fittipaldi, enquanto isso, aparece no DTM. O brasileiro engatinha no campeonato alemão, que também dá pontos para superlicença, mas aparece distante das posições de destaque. 
 

Paddockast #28
INTERROGANDO Flavio Gomes: O Boto do Reno


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.