F1

Haas confirma Pietro Fittipaldi como piloto de desenvolvimento e o escala para testes em Abu Dhabi

Pietro Fittipaldi será piloto de testes e desenvolvimento da Haas na temporada 2019. O piloto brasileiro, que tem experiência na Indy, no WEC e outras categorias por onde passou nos últimos anos, chega já para guiar o carro nos testes de fim de ano em Abu Dhabi
Warm Up, de São Paulo / PEDRO HENRIQUE MARUM, do Interlagos
 É oficial: Pietro Fittipaldi está de contrato assinado com a Haas para 2019 (Foto: Divulgação)

Mais um jovem piloto brasileiro vai estar envolvido na F1 em 2019: é Pietro Fittipaldi, confirmado como piloto de testes e desenvolvimento pela Haas. A notícia saiu nesta sexta-feira (9), dia dos primeiros treinos livres para o GP do Brasil.
 
A Haas, que nunca acenou com outra possibilidade que não fosse a de ter Kevin Magnussen e Romain Grosjean como titulares em 2019 - algo que se confirmou -, por outro lado demorou para anunciar um piloto com quem conversava há meses. Segundo Guenther Steiner, chefe do time norte-americano, o contato era anterior ao mês de maio
 
Steiner destacou que o novo comandado traz um "pedigree de campeão" para o time mais jovem do grid.
 
“Estou satisfeito em dar as boas-vindas a Pietro Fittipaldi na Haas e estamos ansiosos para trabalhar com ele. Ele traz um pedigree de campeão dessa sua carreira nas categorias de base e, mais recentemente, correu na Indy. Estamos felizes por proporcionar a Pietro seu primeiro teste na F1. Com seu subsequente papel nos testes e o feedback que ele vai proporcionar no apoio à nossa campanha em 2019, não há dúvidas da sua contribuição para o crescimento e desenvolvimento da Haas na F1.”
É oficial: Pietro Fittipaldi está de contrato assinado com a Haas para 2019 (Foto: Divulgação)
Havia uma expectativa que Pietro acertasse para este ano de 2018 - ele participaria de um testes de meio de temporada na Hungria -, mas o forte acidente que sofreu nas 6 Horas de Spa-Francorchamps, na etapa de estreia do WEC, adiou tais planos. O jovem da terceira geração do clã Fittipaldi até voltou para as pistas na temporada, mas viu o sonho da F1 ficar para mais adiante.
 
O ano de Fittipaldi, aliás, foi movimentado. Depois do título da edição derradeira da World Series, em 2017, ele estava fechado para fazer temporadas completas do WEC e da Super Formula, além de uma série de provas da Indy - incluindo as 500 Milhas de Indianápolis. A lesão custou boa parte desse programa, mas ele fez ainda seis provas na Indy, com direito a um top-10, em Portland.

O mais adiante agora chegou. Pietro vai trabalhar ao lado de Grosjean, Magnussen e toda a equipe Haas na temporada 2019 e vai ter oportunidades de guiar o carro em testes específicos.

““Estou extremamente satisfeito por garantir um papel com a Haas como piloto de testes. Quero agradecer a Gene Haas e Guenther Steiner pela oportunidade de me unir à equipe. Eles têm feito um trabalho incrível na F1 e me pediram para desempenhar um papel, o que é naturalmente muito empolgante. Estou ansioso para estar ao volante do VF-18 em Abu Dhabi. Com esta experiência durante 2019, espero ter um lugar para correr na F1 no futuro”, falou o contratado.

GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do Brasil de F1 com os repórteres Evelyn Guimarães, Felipe Noronha, Fernando Silva, Gabriel Curty, Juliana Tesser, Nathalia De Vivo e Pedro Henrique Marum, e o fotógrafo Rodrigo Berton. Acompanhe tudo aqui.