Haas “incrível de um jeito negativo” deixa chefe confuso após GP da Áustria ruim

Guenther Steiner viu a Haas com um desempenho inacreditável no GP da Áustria – pena que pelos motivos errados. O chefe da escuderia ainda não tem respostas para a perda drástica de desempenho dos sábados para os domingos

A Haas conseguiu o quinto melhor tempo no treino classificatório, mas despencou para o fim do grid no GP da Áustria do último fim de semana. Como em um passe de mágica, a equipe americana perdeu rendimento e voltou a encontrar os mesmos problemas de corridas anteriores. É o suficiente para deixar o chefe Guenther Steiner com dor de cabeça: o dirigente não tem a menor ideia de qual é o problema com o VF-19.
 
“Correr assim é incrível de um jeito negativo”, definiu Steiner. “Classificar em quinto e depois ter uma corrida assim, não posso dizer nada além de que é decepcionante”, seguiu.
 
“Vamos seguir trabalhando com isso, tentando um melhor entendimento sobre o motivo por trás desse tipo de performance, da classificação para a corrida. Simplesmente não entendemos, não temos ideia”, definiu.
Kevin Magnussen (Foto: Haas)

Kevin Magnussen foi o retrato da Haas no fim de semana. O dinamarquês conseguiu o quinto melhor tempo na classificação austríaca, largou em décimo ao cumprir punição por troca de caixa de câmbio e terminou em 19º. Por mais que um drive-through tenha dificultado a vida de Kevin, o 16º de Romain Grosjean deixa claro que o buraco é mais fundo.

 
“É estranho e muito frustrante. Nada funcionou para valer, não tive esperança alguma”, definiu Magnussen.
 
A Haas está em penúltimo no Mundial de Construtores. Só a Williams, ainda zerada, aparece atrás.

Paddockast #23
Lágimas em Le Mans

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube