Haas tem desempenho mais parelho de dupla em classificações. E Williams, maior surra

Enquanto comparação entre Russell e Latifi, na Williams, ficou em mais de 0s5, a de Magnussen e Grosjean, na Haas, ficou em 0s03

Quando a temporada 2020 do Mundial de Fórmula 1 terminou, o GRANDE PRÊMIO apresentou o placar interno de cada equipe nos treinos de classificação. Agora, entretanto, o levantamento é ouotro: o tempo médio de cada um para comparar as duplas. Neste desenho, a Williams segue a mais desigual de todas, ao passo que tudo fica mais apertado na Haas e na McLaren.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

A batalha mais apertada foi a da Haas. Kevin Magnussen foi, em média, 0s036 mais veloz que Romain Grosjean aos sábados. O placar de oito a sete em favor do dinamarquês sustenta o equilíbrio. Apesar de setem eliminados no começo do treino em praticamente todas as etapas, a dupla duelou com bastante força entre si. Os dois estão fora da F1 em 2020, porém.

Quem também teve uma batalha extremamente equilibrada foi a McLaren. Sim, é verdade que Lando Norris venceu Carlos Sainz por nove a oito, mas o espanhol foi mais rápido por margem de 0s044.

O levantamento em questão foi feito pelo site inglês ‘The Race’, que separou somente as etapas em que as condições dos pilotos eram comparáveis.

Na Williams, Russell sobrou. E muito (Foto: AFP)

Outra equipe que também viu uma competição acirrada foi a Alfa Romeo, com Antonio Giovinazzi 0s046 melhor que Kimi Räikkönen. E, apesar do 11 a 5 de Lewis Hamilton para cima de Valtteri bottas, o heptacampeão foi apenas 0s082, em média, mais rápido.

Já a maior diferença entre as duplas titulares foi mesmo a da Williams, como o 16 a 0 em favor de George Russell contra Nicholas Latifi já podia indicar. O inglês foi 0s539 mais rápido que o companheiro de equipe, em média, ao longo de 2020.

Comparação também extremamente desnivelada foi a da Red Bull, com Max Verstappen 0s493 mais rápido que Alexander Albon.

A temporada 2021 da F1 começa no fim de março, com o GP da Austrália.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar