F1

Hamilton celebra treinos “sem qualquer problema” na Austrália, mas prega necessidade de melhorar

Lewis Hamilton, líder dos dois treinos livres em Melbourne, está feliz com a performance atual do W10. Mesmo assim, não é hora de ficar de salto alto: o britânico pede que a Mercedes dê sequência ao trabalho “muito bom” da sexta-feira

Grande Prêmio / VITOR FAZIO, de Berlim
Está bom, mas ainda pode ser melhor. Essa é a abordagem de Lewis Hamilton ao analisar a sexta-feira (15) de treinos livres do GP da Austrália, que abre a temporada da Fórmula 1. O britânico gostou de ver que a Mercedes W10 segue se comportando bem, mas admitindo que a sequência do fim de semana vai exigir melhor performance.
 
A animação de Hamilton vem após liderar os dois treinos livres. O primeiro foi de pouca vantagem sobre Ferrari e Red Bull, enquanto o segundo foi de dobradinha da Mercedes, mas com a impressão de que as rivais esconderam o jogo.
 
“Tive uma sensação positiva ao pilotar o carro hoje”, disse Hamilton. “É isso que eu amo fazer. O carro parece estar em uma situação parecida com a de Barcelona, o que é positivo, considerando que é uma pista diferente. Cumprimos muito bem nosso cronograma, sem qualquer problema na pista”, celebrou.
Lewis Hamilton liderou dois treinos livres em Melbourne (Foto: Mercedes)
“Ainda há muita coisa que podemos melhorar, mas não foi um começo ruim. O que precisamos fazer agora é estudar e analisar tudo, como sempre fazemos nas noites de sexta. Mesmo assim, o fato é que temos dois carros que seguem dando voltas, não cometemos erros e mantivemos os carros em um só pedaço. Acho que isso conta muito”, considerou.
 
A liderança de Hamilton volta a ser desafiada no sábado, dia de TL3 e treino classificatório em Melbourne.