Hamilton define “busca por mundo mais justo” como legado após hepta na F1

Lewis Hamilton refletiu sobre o legado de suas conquistas na Fórmula 1, que agora incluem um sétimo título mundial. O britânico voltou a pedir que a nova geração busque seus sonhos

Lewis Hamilton já cravou seu nome na história da Fórmula 1. Não só por títulos mundiais, que agora são sete, mas por um engajamento social raro na principal categoria do automobilismo. Após a vitória no GP da Turquia, que garantiu o hepta, Hamilton recorreu às redes sociais para refletir sobre o legado nas pistas. Mais do que recordes e números, o britânico espera servir como exemplo para a busca por um mundo mais justo e para a realização de sonhos. 

“Eu passei os últimos dias, e até mesmo depois de cruzar a linha de chegada, pensando no que é mais importante para mim”, escreveu Hamilton em suas redes sociais. “Esse ano foi tão imprevisível. Com a pandemia e a temporada adiada por alguns meses, eu fiquei para baixo como nunca tinha ficado na minha vida. Tive a chance de pensar no sentido real das coisas. Sete títulos significam o mundo para mim, nem consigo descrever como, mas sempre há mais uma corrida para vencer”, seguiu.

“Esse ano eu tive não só o desejo de vencer na pista como também o desejo de tornar nosso esporte e nosso mundo mais diversos e inclusivos. Prometo que não vou parar de lutar. Temos um longo caminho pela frente, mas vou seguir tentando mudar nosso esporte e nosso mundo”, destacou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Hamilton segue fazendo história (Foto: Mercedes)

Hamilton reconheceu que tem uma plataforma única para passar uma mensagem às pessoas e deixar um legado. Afinal, tornou-se estatisticamente o piloto de maior sucesso da história da F1.

“Alcançar o recorde do Michael Schumacher me coloca em um destaque que eu sei que terei para sempre. Agora que você está prestando atenção, peço que faça sua parte para criar um mundo mais justo. Sejamos mais abertos e gentis uns com os outros, para que oportunidades deixem de ser algo dependente de origem ou cor de pele. Nada é impossível. Algo que me impulsionou esse ano foi ser um exemplo para a próxima geração e nunca desistir de sonhos. Muitos me falaram que meu sonho era impossível, mas aqui estou eu. Quero que você saiba que você pode também. Nunca desista, siga lutando”, encerrou.

Ao cruzar a linha de chegada, Hamilton já havia dedicado o sétimo título às crianças e suas buscas por sonhos. O britânico ficou mais emocionado de costume, ensaiando até mesmo um choro enquanto conversava pelo rádio com a equipe.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube