Hamilton lembra 1 ano da morte de Lauda e se emociona: “Vou te amar para sempre”

Há exatamente 1 ano, o mundo do esporte chorava a morte de Niki Lauda. Lewis Hamilton não se esquece do amigo que o ajudou a ir para a Mercedes em 2013. O hexacampeão do mundo recordou as primeiras conversas, a amizade cada vez maior e a saudade que fica. “Sei que está conosco com seu espírito em cada corrida”

Foi na noite de 20 de maio de 2019, há um ano, portanto, que o mundo do esporte chorou a morte de um dos seus maiores heróis. Niki Lauda se foi e deixou um vazio sentido na F1 como um todo e, em particular, na Mercedes. Como presidente não-executivo, o tricampeão do mundo foi um dos pilares da construção da equipe que domina o Mundial desde 2014, formando uma forte dupla de dirigentes ao lado de Toto Wolff. E foi de Lauda o convite para Lewis Hamilton se unir ao time de Brackley a partir de 2013 como substituto de Michael Schumacher. Desde as primeiras conversas, os dois construíram uma amizade marcante.
 
Em vídeo publicado nas redes sociais pela Mercedes nesta terça-feira, Hamilton se emocionou ao falar do amigo e lembrou passagens marcantes ao lado de Lauda. Desde o início da amizade, as primeiras conversas, os momentos de diversão, a forma de o austríaco reconhecer seus méritos e a saudade que se faz ainda mais aguda em dias como os de hoje.
 
“Niki é alguém que sinto muita falta e acho que todos nós sentimos muita falta dele. É algo difícil de falar, falar de alguém que você tem tanto carinho e que o mundo perdeu, mas tenho grandes lembranças dele”, disse o hexacampeão.
Niki Lauda e Lewis Hamilton viveram grandes momentos juntos na Mercedes (Foto: Getty Images)
“Uma das que guardo com mais carinho são as nossas primeiras conversas. Começamos a falar em algum momento de 2012 e lembro que estava em casa quando Niki me ligou e tentava me convencer a ir para a equipe. Foi incrível receber uma ligação de um campeão do mundo e um ícone como Niki”, recordou.
 
“Então, nos reunimos em Singapura. Ele veio ao meu quarto e conversamos. Niki dizia: ‘Oh, meu Deus, você é como eu em muitas coisas. Temos mais em comum do que imaginava’. Desde então, tivemos uma ótima relação. Viajamos juntos, passei um tempo com ele em Ibiza. Era um cara otimista, engraçado, divertido, sempre tinha grandes histórias para contar”, acrescentou Lewis.
 
Hamilton destacou a faceta exigente e campeã de Lauda: o perfeccionismo. “Niki era um competidor nato. Estava sempre pensando em como poderíamos melhorar. O maior reconhecimento de Niki era que, se você fazia bem seu trabalho, ele tirava o boné para você. Era sua forma de dizer: ‘Bom trabalho!’. Não era fácil para ele dar os parabéns, de modo que ele simplesmente tirava o chapéu para você”.
 
“Falávamos com frequência antes da corrida e me perguntava: ‘O que você tem de melhorar? O que precisa?’ Se aprendi algo com ele, foi isso. Como piloto dentro de uma equipe, você tem de trabalhar com todo mundo, mas você tem de liderar, fazer perguntas, escavar a fundo e tirar o melhor de todo mundo. Niki me ensinou a fazer isso em um entorno de trabalho, e gosto de pensar que posso aplicar isso à minha rotina de corridas”, lembrou.
 
No fim das contas, fica a saudade do amigo que ajudou Hamilton a dar o maior e mais importante impulso na carreira. “Considero Niki um exemplo incrível. Ele me convenceu a ir uma equipe que viria a ser muito bem-sucedida, a um lugar que você é bem-vindo no seu entorno, tem espaço para crescer, para ser você mesmo e não tentam te mudar. Sou grato pela chance que tive e vou te amar para sempre, Niki. Sei que está conosco com seu espírito em cada corrida”, finalizou.

Paddockast #61
VETTEL: ACERTOS, ERROS E… AZAR NA FERRARI

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube