Hamilton se diz aliviado e diz que carro da Mercedes melhorou desde pré-temporada “da noite para o dia”

A ordem de forças da F1 era uma incógnita desde os testes coletivos de pré-temporada em Barcelona. Depois do primeiro dia da temporada, com os primeiros treinos livres em Melbourne, Lewis Hamilton desponta novamente como o favorito. Para ele, uma surpresa e um alívio lembrando o que teve nas mãos na Catalunha

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Lewis Hamilton passou a pré-temporada cantando em verso e prosa o favoritismo da Ferrari para 2017 após ver os rivais voarem nos testes coletivos de Barcelona. O que se viu no primeiro dia do fim de semana na Austrália, porém, foi outra coisa. Segundo Hamilton, as mudanças de Barcelona para Melbourne são como passar "da noite para o dia". E a equipe de Brackley segue sobrando.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Lewis afirmou que esta sexta-feira (24) representou um alívio para si ao ver que a Mercedes segue tendo um bom carro. O tricampeão falou que não fazia ideia de que parte do grid iria ocupar na Austrália, mas que o trabalho feito pela Mercedes nas últimas semanas fez efeito.

 
"Foi um alívio para nós. Começando o dia eu não tinha ideia de onde ia ficar. A diferença foi meio que da noite para o dia em relação ao final dos testes coletivos", afirmou. "O carro está bom, então passei por minhas obrigações e ainda entendi bem os pneus e o andamento do carro com muito e pouco combustível, o que nos coloca num bom lugar para amanhã", disse.
 
"Nós tivemos problemas com algumas coisas nos testes, o carro não estava tão perfeito. Aqui tudo está muito bom, o que é ótimo. Está incrível e, para ser honesto, surpreendente", seguiu.
Lewis Hamilton (Foto: AFP)
Hamilton ficou mais de 0s5 à frente de Sebastian Vettel no segundo treino livre para o GP da Austrália. Sobrou para a Ferrari, para a Red Bull e até para o companheiro Valtteri Bottas. Mas a equipe de Maranello ainda representa o maior medo do tricampeão.
 
"Creio que a Ferrari seja ainda muito, muito, muito rápida e forte. Precisamos manter um olho neles. Talvez não tenham acionado toda a potência, então vamos ver amanhã. A Red Bull deu um grande passo neste fim de semana, mas parece que somos mais rápidos ou tão rápidos quanto eles atualmente", encerrou.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades AO VIVO e EM TEMPO REAL. O treino de classificação começa às 3h (de Brasília) do sábado.

 

PADDOCK GP #70 FAZ PRÉVIA DE ABERTURA DAS TEMPORADAS DE F1 E MOTOGP E LEMBRA PACE

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube