Hamilton supera Bottas nos minutos finais e fecha na frente treino livre 3 na Espanha

Lewis Hamilton repetiu a performance de sexta-feira à tarde e abriu o sábado na frente em Barcelona, enquanto Valtteri Bottas ficou 0s151 atrás. Max Verstappen foi o terceiro, 0s515 mais lento que o líder. No fim, Esteban Ocon viu Kevin Magnussen frear bruscamente à sua frente e bateu forte a dianteira da Renault

Novo dia, nova dobradinha. A Mercedes segue nadando de braçada na sequência do fim de semana do GP da Espanha de Fórmula 1. Na manhã deste sábado (15), Lewis Hamilton liderou o terceiro treino livre ao marcar 1min17s222, sendo 0s151 mais rápido que Valtteri Bottas. O finlandês comandou boa parte da sessão, mas acabou sendo superado pelo hexacampeão do mundo nos minutos finais. Max Verstappen chegou a se aproximar da dupla, mas após as simulações derradeiras em ritmo de classificação terminou na posição habitual, terceiro lugar, mas distante 0s515 do líder Hamilton.

Carlos Sainz surpreendeu ao colocar a McLaren na quarta posição, enquanto Sergio Pérez melhorou com a Racing Point nesta manhã e terminou o treino livre 3 em quinto na pista catalã. O mexicano deixou a Ferrari de Charles Leclerc para trás. O monegasco foi o sexto, seguido por Pierre Gasly, novamente muito bem com a AlphaTauri, superando Lance Stroll, da Racing Point, e Alexander Albon, da Red Bull. Daniel Ricciardo, com a Renault, foi o décimo, duas posições à frente da Ferrari de Sebastian Vettel.

Lewis Hamilton foi o mais rápido desta manhã de sábado em Barcelona (Foto: Mercedes)

Esteban Ocon, que fechou em P11, bateu forte quando restavam 2 minutos para o fim do treino e provocou a única bandeira vermelha da sessão ao desviar de um Kevin Magnussen que desacelerou à sua frente e escapou entre as curvas 3 e 4, batendo o bico da sua Renault. Contudo, após investigação dos comissários, nenhum dos dois pilotos foi punido pela direção de prova.

treino classificatório do GP da Espanha de Fórmula 1 está marcado para 10h (de Brasília). O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o treino livre 3 do GP da Espanha de F1

Com 42,4ºC no asfalto e 29,4ºC de temperatura ambiente, a Fórmula 1 voltou a acelerar na manhã deste sábado com o terceiro e último treino livre para o GP da Espanha. Não havia o menor risco de chuva para a atividade, de acordo com a previsão do tempo oficial da categoria.

Um dos destaques da sexta-feira, Romain Grosjean abriu os trabalhos do dia com um novo motor. A Haas quebrou o toque de recolher para trabalhar na troca da unidade de potência do carro do franco-suíço em razão de um vazamento.

Os primeiros minutos da sessão foram praticamente sem atividades de pista, com as equipes fazendo os últimos preparativos nos boxes. Grosjean foi um dos poucos a acelerar no comecinho para fazer sua volta de instalação e checar as condições do novo motor.

Lando Norris foi o primeiro a registrar volta rápida neste sábado (Foto: McLaren)

Com pouco mais de 10 minutos de sessão, Lando Norris abriu a tabela de tempos com 1min19s620 a bordo da sua McLaren #4.

Movimentação na pista, mesmo, só houve pra valer depois dos 20 minutos de treino. Dentre os pilotos das principais equipes, o primeiro a virar volta rápida foi Charles Leclerc, que colocou a Ferrari na dianteira com 1min18s950 e pneus médios.

A posição de Leclerc como P1 durou pouco, porém. Com pneus macios, Valtteri Bottas cravou 1min17s971 para assumir a liderança. Logo em seguida, Lewis Hamilton, também com os macios, cometeu um erro no último setor da pista e perdeu tempo, passando em segundo, 0s353 acima do tempo do finlandês.

Antes das voltas rápidas dos pilotos da Red Bull e de Sebastian Vettel, a AlphaTauri ocupava as posições 4 e 5 com Pierre Gasly e Daniil Kvyat, respectivamente. O russo, aliás, queixava-se do alto consumo dos pneus macios depois de somente 6 voltas completadas.

Pierre Gasly voltou a andar bem neste sábado (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Foi aí que Max Verstappen restabeleceu a ordem natural da Fórmula 1 em 2020 ao colocar sua Red Bull em terceiro, sendo 0s516 mais lento que Bottas. Em seguida, Hamilton fez outra tentativa de volta rápida, melhorou sua marca, mas ainda assim ficou distante 0s106 do companheiro de equipe. Leclerc era o quarto, seguido por Gasly e Alexander Albon.

Max completou nova volta com os pneus macios e conseguiu se destacar sobretudo no terceiro setor. O holandês encostou nos tempos de Bottas e Hamilton e foi somente 0s189 mais lento que o dono do carro #77 da Mercedes.

A McLaren também mostrou bom ritmo de classificação. Usando pneus macios novos, Carlos Sainz surpreendeu e subiu para a segunda posição, ficando a somente 0s075 da marca aferida por Bottas. Norris, por sua vez, cravou o quinto tempo da sessão quando restavam 19 minutos para a bandeirada.

Na última simulação em volta rápida, Sebastian Vettel saiu de P16 para o quinto lugar, mas depois foi superado por Leclerc em cerca de 0s5 no duelo interno da Ferrari.

A dupla da Mercedes voltou para a pista para as voltas derradeiras pela manhã. Bottas fez bom tempo para marcar 1min17s373, fazendo as melhores parciais nos setores 2 e 3. Em seguida, foi Hamilton quem assumiu a liderança ao registrar 1min17s222, 0s151 mais rápido que o colega.

Sergio Pérez foi o quinto mais rápido nesta manhã (Foto: Racing Point)

Verstappen voltou a completar uma volta rápida, mas na sua última simulação ficou 0s515 atrás da Mercedes de Hamilton. Cenário que mostra que, em ritmo de classificação, os carros pretos de Hamilton e Bottas ainda ostentam enorme vantagem, sendo assim favoritos à pole logo mais em Barcelona.

Quase no fim da sessão, Sergio Pérez colocou a Racing Point em quinto lugar, ficando atrás de Sainz e à frente de Leclerc. Gasly novamente era destaque ao aparecer em sétimo lugar, sendo seguido pela ‘Mercedes rosa’ de Lance Stroll e pela Red Bull de Albon, com Daniel Ricciardo, da Renault, fechando o top-10.

Esteban Ocon bateu forte a dianteira da sua Renault após ter sido bloqueado por Kevin Magnussen (Foto: Reprodução)

Com 2 minutos para a bandeirada, Esteban Ocon perdeu o controle do carro depois de escapar após a desaceleração de Kevin Magnussen, que estava à sua frente entre as curvas 3 e 4. O francês bateu o bico do seu carro contra o muro e levou a direção de prova a encerrar o treino com bandeira vermelha. O incidente foi listado para ser investigado pelos comissários de prova, mas nenhum dos pilotos foi considerado culpado. Assim, nenhuma ação foi tomada em termos de punição.

Fórmula 1 2020, GP da Espanha, Barcelona, treino livre 3:

1L HAMILTONMercedes1:17.222 12
2V BOTTASMercedes1:17.373+0.15113
3M VERSTAPPENRed Bull Honda1:17.737+0.51510
4C SAINZ JRMcLaren Renault1:18.046+0.82418
5S PÉREZRacing Point Mercedes1:18.096+0.87416
6C LECLERCFerrari1:18.193+0.97115
7P GASLYAlphaTauri Honda1:18.211+0.98913
8L STROLLRacing Point Mercedes1:18.309+1.08716
9A ALBONRed Bull Honda1:18.371+1.14913
10D RICCIARDORenault1:18.384+1.16212
11E OCONRenault1:18.602+1.38018
12S VETTELFerrari1:18.707+1.48515
13R GROSJEANHaas Ferrari1:18.710+1.48814
14K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:18.721+1.49911
15L NORRISMcLaren Renault1:18.803+1.58123
16D KVYATAlphaTauri Honda1:18.852+1.63015
17K MAGNUSSENHaas Ferrari1:18.940+1.71815
18A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:19.175+1.95313
19G RUSSELLWilliams Mercedes1:19.297+2.07516
20N LATIFIWilliams Mercedes1:19.674+2.45216
  Tempo 107%1:22.628+5.406 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube