F1

Hamilton vê Ferrari em vantagem no Bahrein por velocidade nas retas: “Estamos perdendo 0s3 nisso”

Lewis Hamilton vê a Mercedes incapaz de acompanhar a Ferrari em velocidades de reta no Bahrein. O britânico, derrotado na classificação e terceiro no grid, agora aposta as fichas no ritmo de corrida, aparentemente mais competitivo

Grande Prêmio / Redação GP, de Berlim
Aos olhos de Lewis Hamilton, o motivo da reação da Ferrari no Bahrein é claro. De acordo com o britânico, terceiro melhor no treino classificatório deste sábado (30), tanto Charles Leclerc quanto Sebastian Vettel tiveram grande vantagem em termos de desempenho nas retas.
 
“Muito [do tempo deles] foi por causa das retas, mas não tudo. Então, de alguma forma, eles conseguiram muita velocidade nas retas”, disse Hamilton, logo após a definição do grid.
 
Enquanto Leclerc vencia a disputa interna e levava a primeira pole da carreira, Hamilton precisava se contentar com vitória sobre Valtteri Bottas. O britânico não pensa que a Mercedes está fraca no Bahrein, e sim apenas incapaz de reagir à ofensiva da Ferrari.
 
“O carro pareceu ok para nós. Eu só sinto que esse circuito, ao longo dos anos, não foi o melhor para nosso carro por algum motivo. Acho que agora deixamos tudo em uma situação boa para amanhã. Nós perdemos muito tempo nas retas, mesmo. Estamos perdendo 0s3, 0s2 só em velocidade de reta em um setor. É uma quantidade significativa”, apontou.
A Mercedes tenta dar um jeito de responder ao ritmo superior da Ferrari (Foto: AFP)
Desse jeito, a esperança é uma só: o ritmo de corrida. A boa notícia é que, ao menos nesse aspecto, a Mercedes parece estar mais competitiva.
 
“Nós ainda precisamos trabalhar, mas acho que o ritmo de corrida estava melhor para o Valtteri [Bottas] ontem. Ele estava muito bem com os macios na simulação de corrida. Espero que a gente tenha isso amanhã”, encerrou.
 
O GP do Bahrein, segundo da temporada 2019 da F1, tem largada marcada para 12h10 (de Brasília) deste domingo.