Hamilton vê título de Construtores “quase melhor” do que de Pilotos

Britânico ressaltou que a Fórmula 1 é um esporte de equipe e, embora o piloto apareça em destaque, todos os integrantes da Mercedes são vitais na conquista do resultado

Lewis Hamilton avaliou que conquistar o Mundial de Construtores é “quase melhor” do que vencer o Mundial de Pilotos. No último fim de semana, a Mercedes garantiu no GP de Emília-Romanha o sétimo título seguido na Fórmula 1.

A caminho do heptacampeonato, o britânico lembrou que a F1 é um esporte coletivo, ainda que seja o piloto em destaque. E, por isso, é bastante prazeroso conquistar um título que recompense o trabalho de todos.

Lewis Hamilton destacou que a Fórmula 1 é um esporte coletivo (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

“É um esporte muito estranho no sentido de que é um esporte de equipe, mas são dois campeonatos e aí tem um campeonato individual, mas o que está no centro do nosso trabalho é entregar pontos e resultados para o time”, apontou o piloto do carro #44. “Quando você vence um campeonato de equipes, acho que é quase melhor do que um individual, porque é algo que você faz de forma coletiva, com um grupo grande de pessoas”, seguiu.

“Apesar de sermos nós no topo do pódio, não estamos acima de ninguém. Estamos no mesmo nível, todos fazemos parte dos elos da corrente. Dá para notar a felicidade de todo mundo quando conquistam o Mundial de Construtores”, relatou Hamilton. “Quando fazemos a festa de Natal e celebramos com todo mundo, todos sabem que fizeram uma coisa notável e que ninguém fez antes. É legal fazer parte disso. Ainda que acabasse hoje, seria algo que eu poderia compartilhar com um grupo grande de pessoas pelo resto da minha vida”, encerrou.

Vice-líder do Mundial, Valtteri Bottas também se mostrou orgulhoso do time e ressaltou que o título é fruto do trabalho de todos.

“Estou muito orgulhoso de cada um dos membros da equipe, do que eles fazem, todos da fábrica e da equipe de corrida”, comentou Bottas. “Continuamos levantando o sarrafo para cada um dos integrantes do time, mas fazemos isso de maneira unida. Apoiamos uns aos outros, mas o espírito da equipe é que torna isso possível. Estou muito, muito orgulhoso de fazer parte disso. Acho que para todos nós, é preciso de um pouco de tempo para entender o que estamos fazendo e conquistando. Mas, certamente, devemos curtir, pois é incrível. Estou muito orgulhoso de todos”, finalizou.

Ouça os programas do GRANDE PRÊMIO no formato de podcast:
Anchor | Apple | Spotify | Google | Pocket Cast | Radio Public | Breaker

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube