Hamilton vence fácil GP da Estíria. Leclerc acerta Vettel e amplia crise na Ferrari

Sem sustos ou punições, Lewis Hamilton reinou soberano neste domingo, disparou na ponta desde a largada e venceu fácil o inédito GP da Estíria de Fórmula 1. Valtteri Bottas e Max Verstappen completaram o pódio. E a Ferrari, em novo capítulo da crise, viu Charles Leclerc bater no carro de Sebastian Vettel na volta 1. Os dois abandonaram

Praticamente de ponta a ponta e sem ser incomodado em momento algum, Lewis Hamilton venceu de forma soberana o inédito GP da Estíria de Fórmula 1, realizado na tarde deste domingo (12) no Red Bull Ring. O hexacampeão do mundo largou na pole-position, controlou a prova desde o começo e só perdeu a liderança quando teve de fazer seu único pit-stop. Foi o 85º triunfo de sua laureada carreira na F1.

Max Verstappen andou em segundo durante a maior parte da corrida, mas não conseguiu resistir à melhor performance da Mercedes de Valtteri Bottas. O finlandês não foi tão brilhante como na semana passada no Red Bull Ring, mas fez o bastante para terminar em segundo, completar o 1-2 da equipe hexacampeã do mundo e se manter como líder do campeonato. O holandês completou o pódio do GP da Estíria.

A corrida deste domingo foi um pouco mais normal que o GP da Áustria da semana passada. Se a prova de abertura do campeonato teve nove pilotos que não cruzaram a linha de chegada, a de hoje foi menos atípica, porém marcada pelo duplo abandono da Ferrari. Charles Leclerc ‘atropelou’ Sebastian Vettel na curva 3 durante a primeira volta. O tetracampeão deixou a disputa logo em seguida com a asa traseira avariada, e o monegasco recolheu na segunda volta. Um fim de semana desastroso para escuderia de Maranello.

A grande atração da corrida foram as grandes disputas no pelotão intermediário. Sergio Pérez, que largou em 17º depois de uma classificação bem ruim no molhado, foi um dos grandes nomes da corrida. O mexicano escalou o pelotão e chegou a colocar a ‘Mercedes rosa’ da Racing Point em quinto, lutando nas últimas voltas com Alexander Albon, da Red Bull, pelo quarto lugar.

Pérez acertou o carro do anglo-tailandês e teve a asa dianteira esquerda avariada, perdeu tempo e acabou sendo superado na última curva pela McLaren de Lando Norris, que terminou em quinto após grande corrida de recuperação. ‘Checo’ cruzou a linha de chegada em sexto, à frente da Racing Point de Lance Stroll, da Renault de Daniel Ricciardo, da McLaren de Carlos Sainz — que cravou o novo recorde da pista em corrida —, enquanto Daniil Kvyat, da AlphaTauri, fechou o top-10.

A Fórmula 1 volta a acelerar no próximo fim de semana, na terceira corrida consecutiva neste princípio de temporada. O GP da Hungria, em Hungaroring, acontece em 19 de julho. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Hamilton arranca na frente para vencer fácil o GP da Estíria de F1 (Foto: AFP)

Saiba como foi o GP da Estíria de F1

Dentre os dez primeiros colocados no grid, somente dois optaram por iniciar a prova com pneus médios: Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel. Todos os outros preferiram os compostos macios para a primeira parte da corrida.

A largada foi tranquila para Lewis Hamilton, que manteve a ponta, enquanto Carlos Sainz chegou a atacar Max Verstappen, mas não conseguiu fazer a ultrapassagem e ficou em terceiro, seguido por Valtteri Bottas e Esteban Ocon, o quinto.

Pior mesmo foi para a Ferrari, como se já não bastasse mais crise neste ano. Charles Leclerc forçou a ultrapassagem sobre Vettel na entrada da curva 3, não conseguiu frear e acertou o carro do alemão, que ficou com a asa traseira da SF1000 danificada. O acidente levou a direção de prova a acionar o safety-car, enquanto Seb teve de abandonar. Leclerc continuou na corrida, mas na última posição. Um desastre.

Leclerc atropela Vettel na primeira volta do GP da Estíria. Desastre para a Ferrari (Vídeo: Reprodução/F1)

A relargada foi dada na quarta volta. Hamilton escapou na frente, com Verstappen em segundo e Sainz em terceiro. Russell, no pelotão intermediário, cometeu um erro e passeou pela caixa de brita, mas conseguiu voltar para a pista, enquanto Lance Stroll e Lando Norris duelavam pelo nono lugar, com o canadense à frente. Pouco depois, Leclerc completou o domingo pavoroso da Ferrari e voltou para os boxes, desta vez para abandonar a corrida.

Ainda no começo da prova, a McLaren provou que ainda não tem condições reais de lutar com Mercedes e Red Bull. Sainz foi ultrapassado por Bottas e Alexander Albon, que subiram para terceiro e quarto, respectivamente. O espanhol caiu para quinto, à frente das Renault de Ocon e Ricciardo. Pierre Gasly, com a AlphaTauri, fazia boa corrida e era o nono, seguido por Stroll, Norris e Pérez, que pulou de 17º para 11º em dez voltas.

Lance Stroll não teve dificuldades para colocar a ‘Mercedes rosa’ no top-10 (Foto: Racing Point)

Na frente, Hamilton reinava soberano e abria vantagem para Verstappen com seguidas voltas mais rápidas. A corrida estava mais animada no pelotão intermediário: Ocon e Ricciardo brigavam pelo sexto lugar; Stroll superava Gasly e trazia Pérez a reboque depois de o mexicano passar também Norris.

Ricciardo finalmente fez a ultrapassagem sobre Ocon e subiu para sexto na volta 21. E Hamilton, mesmo depois de ter cometido um pequeno erro na curva 3, conseguiu controlar bem a diferença para Verstappen. Bottas, por sua vez, tentava se aproximar do holandês. E foi justamente o piloto da Red Bull o primeiro dentre os ponteiros a fazer o pit-stop, na volta 25, mudando de pneus macios para os médios.

Dois giros depois, foi a vez de Ocon abandonar com problemas no radiador, encerrando o que vinha sendo um fim de semana positivo do francês. Assim, Stroll e Pérez, por exemplo, ganhavam mais uma posição e subiam para sétimo e oitavo, respectivamente. Na volta 28, Hamilton fez o pit-stop, com a Mercedes adotando a mesma estratégia de pneus da Red Bull. Bottas seguiu na pista por mais algum tempo para tentar o ‘undercut’ e ganhar a posição de Verstappen.

Ocon abandonou e perdeu a chance de somar novos pontos na temporada (Foto: Renault)

Sainz partiu para fazer seu pit-stop na volta 33, mas perdeu tempo. Os mecânicos da McLaren tiveram dificuldades em fixar a roda traseira esquerda do carro do espanhol, o que prejudicou totalmente a chance de um bom resultado. No giro seguinte, Stroll partiu para a troca de pneus depois de começar a ser pressionado por Pérez na luta pelo sétimo lugar.

Ao mesmo tempo, Bottas foi para os boxes para enfim a Mercedes realizar o pit-stop. Mas a estratégia da equipe para o finlandês não deu certo. Valtteri voltou 8s atrás de Verstappen.

Sergio Pérez passa Carlos Sainz
Com grande manobra, Sergio Pérez passa Carlos Sainz (Foto: Reprodução)

Na volta 40, Pérez enfim foi aos boxes para o seu pit-stop. O mexicano voltou atrás de Stroll e logo à frente de Sainz, que vinha em oitavo. O piloto da McLaren chegou a usar a asa móvel para fazer a ultrapassagem, mas levou o troco e foi superado por fora por ‘Checo’ na curva 5, retomando o sétimo lugar com uma bela manobra.

Enquanto Hamilton sobrava na frente, a grande atração da corrida era a briga entre os dois pilotos da Racing Point. Pérez e Stroll duelaram de forma limpa pelo sexto lugar. O mexicano fez outra grande ultrapassagem, deixou para trás o companheiro de equipe e partiu para cima de Ricciardo para buscar o quinto posto.

O australiano sequer esboçou reação quando Pérez encostou e fez a ultrapassagem na volta 49. O piloto de Guadalajara, um dos grandes destaques do domingo, passava a ter a Red Bull de Albon como alvo, enquanto Stroll chegava para também deixar para trás a Renault #3 de Ricciardo.

Na raça e na experiência, Ricciardo segurou Stroll ao máximo com uma pilotagem valente mesmo tendo carro inferior. Mais à frente, Pérez se destacava novamente e passava a atacar Albon na disputa pelo quarto lugar.

Daniel Ricciardo teve grande atuação neste domingo (Foto: Renault)

Daniil Kvyat surpreendia ao aparecer em décimo, contrastando com a queda de Gasly na prova em razão da estratégia adotada pela AlphaTauri, que se mostrou equivocada, ao calçar o carro do francês, em 15º, com pneus duros para o stint final.

O ótimo pelotão intermediário voltava a entregar espetáculo. Daquela vez, com o duelo interno da McLaren. Norris passou Sainz na volta 62 e subiu para a oitava colocação, ficando logo atrás da disputa entre Ricciardo e Stroll pelo sexto posto. Mais à frente, Pérez seguia na batalha contra Albon pelo quarto lugar.

Quando restavam cinco voltas para o fim da corrida, Bottas encostou de vez em Verstappen, que não conseguia tirar o máximo dos pneus e perdia muito rendimento. Os dois travaram um grande duelo roda a roda. Mesmo muito aguerrido, Max não conseguiu resistir à melhor performance da Mercedes do nórdico, que partiu para completar a dobradinha liderada por Hamilton.

As últimas voltas foram igualmente empolgantes no pelotão intermediário. Pérez tentou passar Albon, mas tocou a asa dianteira esquerda do seu carro na Red Bull do anglo-tailandês, que passou na quarta colocação. O mexicano perdeu rendimento no fim e acabou perdendo o quinto posto para Norris — que havia ultrapassado Stroll e Ricciardo também no giro final —. ‘Checo’ ainda conseguiu se arrastar o bastante para terminar em sexto, à frente do companheiro de equipe e da Renault do australiano. Carlos Sainz, com direito à volta mais rápida da corrida, e Kvyat, fecharam o top-10.

Fórmula 1 2020, GP da Estíria, Red Bull Ring, Resultado Final:

1L HAMILTONMercedes71 voltas 
2V BOTTASMercedes+13.719 
3M VERSTAPPENRed Bull Honda+33.698 
4A ALBONRed Bull Honda+44.400 
5L NORRISMcLaren Renault+1:01.470 
6S PÉREZRacing Point Mercedes+1:02.387 
7L STROLLRacing Point Mercedes+1:02.591 
8D RICCIARDORenault+1 volta 
9C SAINZ JRMcLaren Renault+1 volta 
10D KVYATAlphaTauri Honda+1 volta 
11K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari+1 volta 
12K MAGNUSSENHaas Ferrari+1 volta 
13R GROSJEANHaas Ferrari+1 volta 
14A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari+1 volta 
15P GASLYAlphaTauri Honda+1 volta 
16G RUSSELLWilliams Mercedes+1 volta 
17N LATIFIWilliams Mercedes+1 volta 
18E OCONRenault+41 voltasNC
19C LECLERCFerrari+70 voltasNC
20S VETTELFerrari+71 voltasNC
      
VMRC SAINZMcLaren1:05.619volta 71
      
RECV BOTTASMercedes 1:02.93904/07/2020
MVC SAINZMcLaren 1:05.61912/07/2020

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube