Hülkenberg diz que “pertence à F1”, mas vê “portas fechadas” em Mercedes e Red Bull

Ainda como piloto de teste e substituto da Aston Martin e Mercedes, Nico Hülkenberg tem esperanças de retornar ao grid da Fórmula 1, mas vê as "portas das grandes equipes fechadas"

Hamilton resiste após batida com Verstappen e vence GP da Inglaterra (Vídeo: Reuters)

Nico Hülkenberg ainda sonha com uma vaga no grid da Fórmula 1. Fora das pistas como titular desde 2019, quando saiu da Renault e deu espaço para Esteban Ocon, o alemão teve que se contentar com uma posição de piloto de testes e reserva da Aston Martin e Mercedes. Ele até esteve perto de uma possível ida à Red Bull, mas Helmut Marko, consultor dos taurinos, optou pelo mexicano Sergio Pérez para a posição. Agora, Hülkenberg ainda espera uma oportunidade, mas se vê longe das grandes equipes.

“Você pode contá-los em uma mão. Mercedes, Red Bull e Ferrari”, disse ele,  “Não tenho ilusões, a porta para as equipes de ponta está fechada para mim”, afirmou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Alguns degraus abaixo no campeonato, o alemão pode achar seu caminho. A própria Williams corre o risco de não ter George Russell no ano que vem, já que ele possivelmente pode ocupar o lugar de Valtteri Bottas na Mercedes. Além disso, Mick Schumacher pode deixar a Haas e Kimi Räikkönen é incógnita na Alfa Romeo.

Nico Hülkenberg é substituto da Mercedes e Aston Martin (Foto: Mark Thompson)

Por isso, Hülkenberg vê seu destino ainda apontar pra F1: “Não quero entrar em detalhes. Estou convencido de que ainda pertenço à Fórmula 1. Acho que se você é bom em algo, deveria ser recompensado por isso”, ele disse quando questionado se houve conversas com a Williams ou Haas.

No entanto, ele entende que, se não for agora, pode ser que todas as portas se fechem: “Se não funcionar agora, o capítulo da Fórmula 1 acabou para mim”.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar