Hülkenberg diz que sai da F1 “em paz”. E vê Leclerc “rabudo do cacete”

Nico Hülkenberg está de saída da Fórmula 1, mas ele garante que está bem com isso. Após uma década dedicada ao Mundial, jura que sai sem a sensação de que deixou coisas mal acabadas, ainda que o pódio não tenha vindo. E gostaria de ter tido a sorte que teve Charles Leclerc

O fim da carreira de Nico Hülkenberg na Fórmula 1 se avizinha. Sem vaga na Renault, na Alfa Romeo e sem interesse em retornar a uma Williams que vive momentos complicados, o piloto alemão faz no Brasil e em Abu Dhabi a despedida, ao menos até 2021. Caso seja esse o fim, entretanto, ele está em paz. Não tem arrependimentos, mas vê em Charles Leclerc a sorte que faltou a ele. 
 
Apesar dos nove anos no grid da categoria entre 2010 e 2019 – ficou fora em 2011 e acabou com piloto reserva da Force India até assumir a vaga de titular no ano seguinte -, as dificuldades dele em termos de resultado são famosas: nunca foi ao pódio. Mesmo assim, são sente que deixou arestas a aparar.
 
"Não sinto como as coisas estivessem mal acabadas, porque fiz as minhas coisas. Tive bom desempenho no decorrer de dez anos, muito consistente, muitas vezes quando era o limite e outras pessoas não conseguiam um emprego, ainda me queriam e eu era pago para guiar. Isso mostra alguma qualidade", disse ao site inglês 'Crash.net'.
Nico Hülkenberg (Foto: Renault)
"Claro que eu gostaria de ter números diferentes, mais pontos e pódios e vitórias, mas eu entendo as razões [para que isso não acontecesse] e os motivos pelos quais as coisas não tenham ido nessa direção. Estou em paz comigo mesmo. Vou dormir bem à e com os olhos bem fechados. Adoraria continuar correndo, mas se não der, a vida continua", afirmou. 
 
Questionado sobre uma possível comparação entre ele e Leclerc, que teve uma escalada vitoriosa nas categorias-satélite assim como o alemão -, entrou na brincadeira. "Faz com que eu pense [que elé é] um rabudo do cacete."
 
O GRANDE PRÊMIO cobre in loco o GP do Brasil com os jornalistas Evelyn Guimarães, Felipe Noronha, Fernando Silva, Flavio Gomes, Gabriel Carvalho, Gabriel Curty e Pedro Henrique Marum, e o fotógrafo Rodrigo Berton. Acompanhe todo o noticiário aqui e tudo dos bastidores e das atividades em pista AO VIVO e em TEMPO REAL.
 

Paddockast # 41
MAIORES VITÓRIAS DE HAMILTON NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar