F1

Kubica diz entender dúvidas sobre estado físico, mas garante: “Williams provou que acredita em mim”

Robert Kubica mostrou-se tranquilo quanto aos questionamentos sobre sua forma física. Apesar de entender quem duvide de suas condições, garantiu que a Williams tem plena confiança
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
Robert Kubica sabe bem que os questionamentos sobre seu estado físico depois do acidente que sofreu de rali vão continuar, mas não parece muito preocupado com isso. O polonês afirmou que também teria dúvidas, mas ficou tranquilo porque a Williams demonstrou total confiança.
 
Kubica comentou que o primeiro ato na hora de fechar com a Williams foi garantir que a equipe tinha confiança plena em suas condições para que, em caso de resultados ruins, não fosse essa a justificativa apontada.
 
"Se eu fosse chefe de equipe eu também teria dúvidas. Esse ano foi bem útil porque, já no primeiro encontro, eu avisei que se alguém aqui tivesse alguma dúvida sobre mim, não deveríamos fechar nada. Porque é muito fácil apontar para o meu braço quando as coisas derem errado, então eu queria ter certeza que acreditavam em mim e eles provaram isso", disse.
Robert Kubica não liga para quem duvida dele, só para a opinião da Williams (Foto: AFP)
O polonês explicou que os dois pontos fundamentais para seu retorno era confiar em si mesmo e ter a confiança da equipe.
 
"O primeiro passo era eu ter certeza de que posso, é para isso que estou aqui, mas o segundo também era que a equipe toda tivesse convencida de que eu posso fazer meu trabalho", seguiu.

Kubica ainda afirmou que já vem fazendo uma autoavaliação desde metade de 2017, só assim se convencendo de que voltar a ser titular na F1 seria um bom caminho.
 
"Acho que isso tudo mostrou que nada é impossível e que você precisa esperar o tempo rolar. Se eu não achasse que posso guiar, não estaria mais aqui. É normal que questionem mesmo minha condição. Sei que é difícil acreditar, mas a Williams viu esse ano e eu vi nos últimos 16 ou 18 meses que posso", completou.