Kvyat discorda de punição e culpa “típico sanduíche” por acidente da primeira volta com dupla da McLaren

Daniil Kvyat discordou dos comissários e achou que o acidente em que se envolveu com Carlos Sainz e Lando Norris na largada do GP 1000 da Fórmula 1 foi de corrida. O chefe dele na Toro Rosso, Franz Tost, foi mais longe: viu Kvyat ser acertado

A largada para o GP da China de Fórmula 1, neste domingo (14), apresentou uma batida que significou o fim das chances de boa apresentação para três pilotos: Danill Kvyat, Carlos Sainz e Lando Norris. Foi o russo, entretanto, que foi culpabilizado e teve de cumprir uma punição. Tanto Kvyat quanto o chefe da Toro Rosso foram contra a decisão dos comissários.

 
Kvyat abandonou a corrida a 13 voltas do fim e, ao sair do carro, deixou claro que entendeu a colisão com Sainz e Norris – esse último quase capotou – como algo absolutamente normal de corrida. Sainz ainda mandou o recado e afirmou que Kvyat "tem que usar o cérebro".
 
"Vi o incidente da primeira volta com as duas McLaren e discordo com a penalização. Acho que estava num típico sanduíche de primeira volta e essas coisas podem acontecer quando estamos tão próximos", disse Kvyat.
 
O chefe Franz Tost elaborou um pouco mais e foi mais longe: Sainz foi quem bateu em Kvyat, que depois ainda tomou uma pancada de Norris. 
Daniil Kvyat (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

"Ele foi acertado por trás, o que desestabilizou o carro. Ao mesmo tempo, Norris voltou para a pista depois de ter saído e acertou o lado esquerdo da frente do carro de Daniil. Na minha opinião, Daniil não poderia fazer nada diferente, mas mesmo assim foi ele que recebeu um drive-through", falou; 

 
"Foi uma corrida com azar porque depois de uma volta tinha praticamente terminado. O ritmo que ele mostrou com um carro danificado foi bem forte, então é decepcionante não poder transformar isso num bom resultado, porque havia potencial para terminar nos pontos hoje", finalizou.
 
Sem se envolver em confusões, o companheiro de Kvyat, Alexander Albon, escalou o pelotão após largar do pit-lane e anotou o décimo lugar e um ponto. 
 
A F1 volta em duas semanas, 28 de abril, com o GP do Azerbaijão.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube