Stroll destrói Aston Martin na entrada do pit-lane e causa safety-car no Azerbaijão

Lance Stroll mostrava estratégia de levar os pneus duros com os quais largou até o limite, mas acabou arrebentando o carro em Baku

Lance Stroll teve quebra no carro da Aston Martin e bateu no GP do Azerbaijão (Vídeo: F1)

Demorou muito mais que se esperava, mas o primeiro erro grave e digno de safety-car no GP do Azerbaijão chegou. Na 30ª volta da corrida deste domingo (6), Lance Stroll perdeu a mão do carro próximo à entrada do pit-lane e arrebentou o Aston Martin #18 no muro do circuito de rua de Baku.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!
Homem-forte da McLaren, Mansour Ojjeh morre aos 68 anos

Stroll fazia uma corrida muito impressionante. Após também bater no Q1 do treino de classificação, no sábado, Stroll largou na última fila e apostou em já partir de pneus duros. Apesar das três dezenas de voltas com o mesmo jogo de pneus, tinha bom ritmo e ocupava a quarta colocação até ter o problema.

A Aston Martin acredita que foi um dos pneus que causou o acidente. O movimento feito pelo carro foi típico de algo assim: numa reta, sacudiu loucamente na mão do piloto. Numa pista de rua com muros próximos, como Baku, é bastante complicado escapar de algo assim. Stroll ficou com o carro destruído.

“Deem bandeira vermelha e me tira logo daqui, estou preso no meio da pista”, pediu no rádio da equipe um zonzo Stroll. O carro médico da FIA chegou rapidamente, mas, com o piloto bem, apenas deu uma carona de volta ao pit-stop.

O safety-car que Stroll esperava para entrar nos boxes e dar o grande golpe da escalada do grid acabou sendo causado por ele mesmo.

Após o GP do Azerbaijão, a Fórmula 1 continua com o GP da França em duas semanas.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar