Stroll e Tsunoda seguem ‘marcha da punição’ e largam do fim do grid no México

Lance Stroll e Yuki Tsunoda são mais dois pilotos punidos por trocas de motores na F1 2021 e, por isso, partem do fim da fila no GP da Cidade do México

As infinitas punições por trocas de motores na F1 2021 seguem acontecendo no GP da Cidade do México e, desta vez, as vítimas foram Lance Stroll e Yuki Tsunoda. Nesta sexta-feira (5), Aston Martin e AlphaTauri confirmaram as mudanças nas unidades de potência e, assim, os dois saem do fundo da fila no domingo, independentemente da classificação.

Além dos dois, a Williams também investiga a situação da caixa de câmbio de George Russell, que pode também ser novamente trocada, acarretando em punição de grid para o inglês. No entanto, até aqui, a última fila vai mesmo ser de Stroll e Tsunoda.

Yuki Tsunoda sai junto com Lance Stroll do fim da fila no México (Foto: AlphaTauri)

Os dois se juntam a uma lista que já é grande nas últimas corridas de pilotos que foram jogados para o fim da fila por trocas de motores. O próprio Russell está nela, além de nomes como Fernando Alonso, Sebastian Vettel e, claro, Lewis Hamilton e Max Verstappen.

Valtteri Bottas, por sua vez, foi punido já em duas corridas diferentes, o que aumenta a tensão na Mercedes, que não trocou a unidade inteira de Hamilton, apenas algumas peças, causando uma punição menor antes do GP da Turquia.

Fórmula 1 volta a acelerar neste sábado no Autódromo Hermanos Rodríguez. O TL3 está marcado para 14h (de Brasília, GMT-3), enquanto a definição do grid de largada acontece às 17h. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar