Leclerc completa 110 voltas com pneu de 18” da Pirelli em teste privado

Com pista molhada artificialmente, Charles Leclerc testou os pneus de 18” da Pirelli em Jerez. O monegasco empilhou voltas com a Ferrari SF90, utilizada na temporada 2019

A realidade dos pneus de 18” bate na porta da Fórmula 1. Com introdução prevista para 2022, a Pirelli já realiza testes privados, coletando dados com ajuda de equipes e pilotos. Um novo passo nesse projeto foi dado nesta segunda-feira (22), com Charles Leclerc completando 110 voltas com o novo composto.

A pista foi molhada artificialmente para a atividade, realizada em Jerez, na Espanha. O monegasco passou o dia focado no protótipo da Pirelli para pneus intermediários, isso a bordo da Ferrari SF90, de 2019. É proibido o uso de carros atuais para tais sessões, já que isso renderia vantagem indevida no desenvolvimento dos bólidos. Todas as equipes do grid foram convidadas para formar um calendário de testes privados.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Paul Hembery, ex-diretor da Pirelli, ao lado do pneu de 18 polegadas, testado desde 2014 (Foto: Divulgação)

Ferrari e Pirelli seguem em Jerez, com mais um dia de atividades marcado para a terça-feira (23). Só que sem Leclerc: será a vez de Carlos Sainz Jr. tomar o volante para dar sequência às atividades com os pneus de 18”. Ainda não está claro se a sessão será com pneus de chuva ou slicks.

Depois dos testes de pneus na Espanha, o foco de Ferrari e Pirelli deixa de ser em 2022 e volta a ser em 2021. A Fórmula 1 conta os dias para o começo da temporada, marcado para 28 de março com o GP do Bahrein. Antes disso, entre 12 e 14 de março, a categoria aproveita Sakhir para realizar uma breve pré-temporada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube