Leclerc se contenta com 7º lugar em Nürburgring: “Melhor que poderia fazer”

Charles Leclerc foi 7º após largar da segunda fila em Nürburgring. Piloto monegasco da Ferrari afirmou que problemas com pneus macios prejudicaram desempenho no GP de Eifel

Charles Leclerc saiu com o sétimo lugar no GP do Eifel, disputado neste domingo (11), em Nürburgring. Com dificuldades antes da primeira parada, o piloto largou da quarta posição, mas se viu atrás de Daniel Ricciardo, Sergio Pérez, Carlos Sainz e Pierre Gasly na bandeira quadriculada.

Em entrevista após a corrida, Leclerc explicou o motivo do primeiro stint ser tão abaixo do esperado, e acredita que sétimo lugar é o máximo que a Ferrari poderia conquistar em Nürburgring.

“Tivemos muitas dificuldades com os pneus macios, o que comprometeu muito a nossa corrida. Fomos para uma estratégia de duas paradas, que era o certo a fazer. Foi difícil com o safety-car, os pneus esfriaram muito, mas lidamos muito bem. Tivemos bonitas ultrapassagens, mas sétimo é o melhor que poderíamos fazer”, declarou o monegasco.

Charles Leclerc teve ótima performance no sábado em Nürburgring (Foto: Ferrari)

Leclerc chegou a comentar que queria ter feito uma terceira parada, mas foi impedido pela Ferrari porque o desempenho dos pneus macios não era o melhor.

“Foi opinião dividida. Eu queria ter parado para correr com macios, mas olhando a primeira parte da corrida, foi um desastre para nós. Não quisemos correr riscos e mantivemos os médios”, concluiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube