Lei de Murphy e “Leclerc terrorista”: mídia italiana detona Ferrari no GP da Estíria

Charles Leclerc recebeu fortes críticas da imprensa italiana, que também afirmou que o acidente no GP da Estíria não pode mascarar os problemas reais do carro

A imprensa italiana não poupou palavras para detonar o fim de semana desastroso da Ferrari no GP da Estíria. Charles Leclerc causou um acidente com Sebastian Vettel ainda na primeira volta, eliminando ambos e deixando o time italiano zerado.

O jornal La Reppublica destacou que a situação da Scuderia é pior que o esperado, com um projeto equivocado de carro, mas evitou criticar Leclerc pelo acidente.

“Toque entre Leclerc e Vettel e ambos fora. Os fãs nas redes sociais dizem para cavar um buraco e se esconder dentro. Não diga que a Ferrari pode se recuperar desta com um carro nascido de um projeto equivocado, um motor fatigado com ajuda de um milagroso monegasco que os levou ao pódio uma semana atrás. Agora é pior que o esperado”, publicou o jornal de Roma.

Charles Leclerc atropela o carro de Sebastian Vettel e força o abandono do companheiro de Ferrari (Foto: Reprodução/TV)

A La Gazzetta dello Sport foi mais ácida nas críticas, comparando a Ferrari com a famosa Lei de Murphy: qualquer coisa que possa ocorrer mal, ocorrerá mal, no pior momento possível.

“Há necessidade de uma reação. Os resultados não correspondem a um time com o nome da Ferrari. Não é a nossa opinião, ou pelo menos não é a única, mas é a consciência de Mattia Binotto. A SF1000 não tem futuro. A Lei de Murphy vai se chamar Lei de Ferrari. Se existe a chance de algo dar errado, vai dar. Ontem tivemos uma nova versão dos eventos do Brasil”, estampou o diário esportivo, relembrando o acidente de Vettel e Leclerc em Interlagos, em 2019.

Já o Il Giornale não mediu palavras para criticar Leclerc pelo acidente, o citando como um “terrorista suicida” por estragar a corrida da equipe, mas frisando que a batida não pode esconder os problemas de verdade da Ferrari.

“A bobagem do predestinado, que foi de herói a burro em uma semana, é a ponta do iceberg que rapidamente chega ao fundo. Seu desejo de se destacar lhe enganou. O predestinado, disfarçado de terrorista suicida, arruinou tudo. De vez em quando, esquecemos que ele tem 22 anos e apenas 43 corridas. O acidente não deve esconder o problema real da Ferrari, que não é dos pilotos. O problema é o carro que não é capaz de classificar melhor que décimo”, destacou o impresso de Milão.

Charles Leclerc foi criticado, mas isentado de culpa (Foto: AFP)

“De um lado, o Mundial está nas mãos de Hamilton mesmo que Bottas seja líder. Toto Wolff diz que sente falta da Ferrari, mas ele está rindo como um louco por trás da máscara. Parar Hamilton parece uma tarefa desesperada, assim como criar esta Ferrari”, referência à fala do chefe da Mercedes que se surpreendeu com o desempenho ruim dos italianos.

As imagens do GP da Estíria de Fórmula 1: clique na imagem abaixo para ver nossa supergaleria

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é MontagemF1estdom-1024x682.jpg
As melhores imagens do GP da Estíria 2020 de Fórmula 1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube