Hamilton brilha em Ímola e conquista pole 99 na F1. Pérez bate Verstappen e larga em 2º

Lewis Hamilton está a apenas uma pole da marca histórica e centenária na F1. O heptacampeão do mundo marcou 1min14s411 e faturou a posição de honra do GP da Emília-Romanha. Sergio Pérez também brilhou e superou Max Verstappen para largar em segundo

Hamilton destrona dupla da Red Bull: veja o resumo do sábado em Ímola

A Fórmula 1 protagonizou mais uma grande classificação neste começo de temporada 2021. Lewis Hamilton, que não se cansa de fazer história, brilhou neste sábado (17) em Ímola e conquistou a pole-position 99 da carreira. Com uma grande volta na sua primeira tentativa no Q3, o britânico marcou 1min14s411 com o carro da Mercedes. A grande surpresa, pois, é a presença de Sergio Pérez na segunda colocação. O mexicano ficou a apenas 0s035 do tempo de Hamilton e conseguiu o feito de deixar Max Verstappen, seu companheiro de equipe, para trás. É a melhor posição de largada de ‘Checo’ na F1.

Lando Norris ficou no quase. O prodígio da McLaren encaixou ótima volta e ficou a apenas 0s043 do tempo de Hamilton, mas teve seu tempo deletado por ter excedido os limites de pista na curva Piratella e ficou apenas com a sétima posição. Charles Leclerc, da Ferrari, vai largar em quarto, seguido por Pierre Gasly, da AlphaTauri, enquanto Daniel Ricciardo, com a outra McLaren, foi o sexto.

Lewis Hamilton derrotou a Red Bull e, com grande volta, marcou a pole em Ímola (Foto: Mercedes)

Valtteri Bottas, outro que não conseguiu fazer uma boa volta no Q3, foi apenas o oitavo colocado, à frente de Esteban Ocon, da Alpine, e Lance Stroll, da Aston Martin. Carlos Sainz, Sebastian Vettel e Fernando Alonso caíram no Q2.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Saiba como foi a classificação do GP da Emília-Romanha de F1

Q1: Tsunoda bate forte, e dupla da Mercedes domina

A sessão que definiu o grid de largada abriu com os dois pilotos da Haas, Mick Schumacher e Nikita Mazepin, na pista. Na primeira volta, o alemão foi exatamente 1s mais rápido que seu companheiro de equipe ao cravar 1min16s806.

Yuki Tsunoda, acidente, AlphaTauri, F1, Emilia-Romanha
Yuki Tsunoda bateu no Q1 da classificação do GP da Emília-Romanha e causou bandeira vermelha (Foto: Reprodução)

Na sequência, todos os outros carros deixaram os boxes. Lance Stroll chegou a marcar o melhor tempo, com 1min16s082, seguido por Kimi Räikkönen. Até que a direção de prova acionou a bandeira vermelha em razão do forte acidente sofrido por Yuki Tsunoda. O japonês destruiu a traseira da sua AlphaTauri na saída da Variante Alta.

A sessão foi retomada com bandeira verde às 9h15 (de Brasília). Restavam 12 minutos para o fim do Q1. E os bons tempos não tardaram a aparecer: Carlos Sainz, Esteban Ocon, Charles Leclerc e Max Verstappen superaram Stroll. Sergio Pérez também o fez, mas o mexicano teve seu tempo de volta deletado por ter excedido os limites de pista da curva Piratella.

Lewis Hamilton não conseguiu encaixar uma boa volta e ficou logo atrás de Verstappen ao registrar 1min15s009. Quem andou bem no seu primeiro tempo da tarde foi Valtteri Bottas, que virou 1min14s926, tomando a ponta provisória do Q1, sendo seguido por Lando Norris, novamente surpreendendo, e Verstappen em terceiro.

Alonso quase ficou fora do Q2 em Ímola (Foto: Alpine)

Em seguida, Bottas melhorou ainda mais o seu tempo ao virar 1min14s672. Hamilton também fez um tempo melhor e subiu para segundo, 0s283 atrás do companheiro de equipe, deixando Norris em terceiro. Só então apareciam as Red Bull de Verstappen e Pérez, quarto e quinto, respectivamente.

Entre as boas notas do Q1, destaque para a Williams, que conseguiu colocar seus dois pilotos no Q2: Nicholas Latifi fez o 12º tempo, duas posições à frente de George Russell. Desta vez, Sebastian Vettel também passou para a segunda fase, assim como Stroll. Fernando Alonso por muito pouco não foi eliminado e ficou em P15. Caíram nesta fase Kimi Räikkönen, Antonio Giovinazzi, Schumacher, Mazepin e Tsunoda.

No fim do Q1, Giovinazzi disparou no rádio contra Mazepin, que se colocou à frente do carro da Alfa Romeo e atrapalhou sua última tentativa de volta rápida.

Q2: Sainz é eliminado; Vettel e Alonso também caem

Hamilton, Bottas, Verstappen, Russell e Latifi deixaram os boxes com pneus médios, arriscando a estratégia já de olho na corrida de domingo. Nas primeiras voltas do Q2, o heptacampeão mundial começou na frente ao marcar 1min14s817, sendo apenas 0s087 mais rápido que Verstappen, enquanto Bottas aparecia em terceiro lugar.

Pérez, com pneus macios, subiu para quarto depois de ter feito o então melhor tempo no segundo setor. O mexicano virou 0s289 mais lento que Hamilton. Em seguida, na tabela de tempos, estavam Stroll, Gasly, Russell, Alonso, Ocon e Latifi fechando o top-10 provisório.

Só que a ordem toda mudou depois que Norris, com pneus macios, registrou 1min14s718, enfiando 0s099 no tempo de Hamilton para assumir a ponta do Q2. Charles Leclerc, também com macios, aparecia em quarto lugar.

CARLOS SAINZ; FERRARI; F1; GP DA EMÍLIA-ROMANHA; ÍMOLA;
Depois de ter andado bem nos treinos livres, Carlos Sainz foi eliminado no Q2 com a Ferrari (Foto: Ferrari)

Com 3 minutos para o fim do Q2, Sebastian Vettel conseguiu subir para sétimo e superou Stroll. Mas o alemão ainda não tinha sua ida à fase final da classificação assegurada, já que muitos pilotos costumam melhorar nos segundos finais.

Pérez voltou à pista e cravou 1min14s716, 0s002 mais rápido que Norris, e subiu para primeiro. Leclerc também melhorou e avançou para terceiro, deixando Hamilton, Verstappen e Bottas para trás. Apagado na sessão, Daniel Ricciardo conseguiu passar para o Q3 em oitavo no Q2, atrás de Pierre Gasly e à frente de Esteban Ocon. Lance Stroll volta à fase final da classificação em décimo.

Um grupo peso pesado ficou fora do Q3: a maior surpresa foi Carlos Sainz, em P11. Também ficaram fora Russell, Vettel, Latifi e Alonso. Foi a primeira vez que o bicampeão mundial de F1 foi superado por um companheiro de equipe em classificações desde o GP da Malásia de 2017, quando foi superado por Stoffel Vandoorne.

Vettel decepcionou de novo na temporada. O tetracampeão vai largar em P13 em Ímola (Foto: Aston Martin)

Q3: Hamilton brilha, Norris fica no quase e Pérez bate Verstappen

Com todos os pilotos usando pneus macios, Hamilton liderou a primeira rodada de voltas rápidas no Q3. O heptacampeão apontou para a pole 99 da carreira ao registrar 1min14s411, sendo o britânico 0s091 mais rápido que Verstappen. Pérez fez ótima volta e passou em terceiro, deixando para trás Norris e Leclerc. Só na sexta posição é que aparecia Bottas.

Como ficou o grid de largada do GP da Emília-Romanha de Fórmula 1

Ainda restava uma última tentativa de volta rápida. Hamilton não conseguiu melhorar seu tempo. Norris, por sua vez, encaixou um giro fantástico ao passar com a melhor parcial nos dois primeiros setores. O britânico virou 0s043 mais lento que Hamilton, mas teve seu tempo deletado por ter excedido os limites de pista.

Pérez também brilhou e superou Verstappen para virar o segundo tempo, 0s035 apenas mais lento que Hamilton. É a pole 99 da carreira do maior vencedor da F1 em todos os tempos.

F1 2021, GP da Emília-Romanha, Ímola, Grid de largada:

1L HAMILTONMercedes 1:14.411 
2S PÉREZRed Bull Honda 1:14.446+0.035
3M VERSTAPPENRed Bull Honda 1:14.498+0.087
4C LECLERCFerrari 1:14.740+0.329
5P GASLYAlphaTauri Honda 1:14.790+0.379
6D RICCIARDOMcLaren Mercedes 1:14.826+0.415
7L NORRISMcLaren Mercedes 1:14.875+0.464
8V BOTTASMercedes 1:14.898+0.487
9E OCONAlpine 1:15.210+0.799
10L STROLLAston Martin Mercedes  
11C SAINZFerrari 1:15.199+0.788
12G RUSSELLWilliams Mercedes 1:15.261+0.850
13S VETTELAston Martin Mercedes 1:15.394+0.983
14N LATIFIWilliams Mercedes 1:15.593+1.182
15F ALONSOAlpine 1:15.593+1.182
16K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari 1:15.974+1.563
17A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari 1:16.122+1.711
18M SCHUMACHERHaas Ferrari 1:16.279+1.868
19N MAZEPINHaas Ferrari 1:16.797+2.386
20Y TSUNODAAlphaTauri Honda  
  Tempo 107% 1:19.620+5.209

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube