Hamilton dá banho em Verstappen e larga na frente na corrida sprint em Interlagos

A sexta-feira de clima fechado em Interlagos não definiu o pole oficial, mas terminou com Lewis Hamilton líder da classificação tradicional

F1 EM SÃO PAULO: TUDO SOBRE A CLASSIFICAÇÃO EM INTERLAGOS | Briefing

Talvez não dê para dizer que o mais rápido desta sexta-feira (12), em Interlagos, é o pole-position – oficialmente, estaria incorreto -, mas é possível dizer outras coisas. Como, por exemplo, que a Mercedes tem carro superior para a pista brasileira. E, sobretudo, que Lewis Hamilton teve exibição impecável para garantir a liderança da classificação do GP de São Paulo. Será ele a largar na ponta da corrida sprint do sábado.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Hamilton repetiu o que fez no fim do primeiro treino livre e massacrou a concorrência durante as três fases da classificação. Como o heptacampeão tem uma punição de cinco posições no grid de largada da corrida por conta de uma troca no motor, não dá para dizer que ele é favorito para a vitória no domingo. Mas se coloca como favorito para marcar três pontos na prova sprint.

Max Verstappen fez o possível da parte dele, mas ainda terminou 0s438 atrás do rival, embora tenha ficado em segundo. Valtteri Bottas e Sergio Pérez estão na sequência e confirmam o top-4 sempre esperado. Pierre Gasly, Carlos Sainz, Charles Leclerc, Lando Norris, Daniel Ricciardo e Fernando Alonso encerram o top-10.

O GRANDE PRÊMIO acompanha o GP de São Paulo ‘in loco’ em Interlagos com os jornalistas Fernando Silva e Gabriel Curty, além de toda equipe de maneira remota. O GP também segue todas as atividades de pista do fim de semana AO VIVO e EM TEMPO REAL. No sábado, o TL2 está marcado para as 12h (de Brasília), enquanto a corrida sprint começa às 16h30.

Lewis Hamilton no primeiro dia de disputa no GP de São Paulo, em Interlagos (Foto: Mercedes)

Confira como foi a classificação:

Q1 – Hamilton amassa e Ferrari supera Red Bull

O clima em São Paulo continuava frio após a manhã de chuva final em Interlagos: menos de 16°C. Quando a luz verdade apareceu, às 16h (de Brasília) em ponto, Ferrari e Haas já mandaram suas duplas para a pista com a companhia de Nicholas Latifi. Os melhores tempos no primeiro treino livre, realizado no começo da tarde, apontou voltas na base de 1min09s, mas os primeiros giros não se aproximavam.

Pierre Gasly pisou na pista ainda no começo para deixar anotado 1min10s062, mas foi Lance Stroll, com 1min09s956, quem furou a barreira após os primeiros cinco minutos de atividade. A partir daí, os tempos caíram rapidamente. Max Verstappen foi para a ponta com 1min09s329 na primeira volta rápida. Enquanto isso, com 11 minutos para o fim do Q1, Mercedes e Alpine seguiam fora da pista.

Lewis Hamilton completou a primeira volta com menos de 10 minutos para o fim e já se lançou à ponta: 1min008s824. Até este momento, todos andavam com pneus macios. Hamilton tinha 0s5 de frente para Verstappen, quanto Bottas aparecia em terceiro e Lando Norris se colocava mais veloz que Sergio Pérez. Lá atrás, Nikita Mazepin lutava contra a zebra e por muito pouco não inaugurava a lista de rodadas do fim de semana.

Os dois pilotos da Alpine só completaram voltas rápidas com pouco mais de sete minutos para o fim do Q1, mas subiram bastante e pareciam validar o bom TL1 que fizeram mais cedo. Yuki Tsunoda também aparecia bem, em quinto, colado atrás do companheiro Gasly. Como de costume no Q1, as posições se desarrumavam rapidamente e, com menos de seis minutos, era Carlos Sainz quem ocupava o segundo lugar enquanto Charles Leclerc era o 20º e último por ter tido uma volta cancelada.

Com três minutos para o fim, os últimos cinco colocados eram George Russell, Mick Schumacher, Antonio Giovinazzi, Mazepin e Leclerc. Mas o monegasco se safou de um problema grande e pulou para o terceiro posto com a volta seguinte. Sebastian Vettel, ameaçado, conseguiu sair da ameaça, enquanto Russell chegou a sair rapidamente. Só que as coisas não andaram bem para o inglês, porque o companheiro de equipe Latifi e Stroll melhoraram suas voltas. Entretanto, nenhum dos três foi adiante: Giovinazzi também melhorou e pulou para o sétimo lugar.

Desta forma, enquanto Hamilton liderou com Bottas, Sainz, Leclerc, Pérez e Verstappen formando o top-5, os eliminados foram Stroll, Latifi, Russell, Schumacher e Mazepin. Foi a primeira vez no ano em que Latifi terminou uma classificação na frente de Russell, embora não tenha tudo grande serventia desta vez.

Nicholas Latifi terminou na frente de George Russell numa classificação pela primeira vez no ano (Foto: Reprodução/F1TV)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Q2 – Mesmo com volta cancelada, Hamilton volta a sobrar

Os 15 pilotos restantes na classificação não quiseram inaugurar a pista no Q2. Na tentativa de esperar para que outros andassem e melhorassem as condições do traçado, a primeira volta rápida foi de Hamilton já com menos de nove dos 15 minutos da parte intermediária de atividade. O giro do heptacampeão foi cancelado por limites da pista, entretanto, e acabou permitindo que Verstappen aparecesse na frente com 1min08s567.

Após dez minutos do Q2, Verstappen tinha Gasly, 0s336 atrás, na segunda posição. Leclerc, Bottas, Sainz, Daniel Ricciardo vinham antes de Pérez, em sétimo. Logo em seguida, entretanto, Hamilton conseguiu acertar a primeira volta válida. Resultado? Tempo de 1min08s386 e a liderança. Nada de pneus médios para o Q2: todos de macios, uma vez que a corrida sprint apaga a regra de quem for ao Q1 largar com os pneus com que fizeram a melhor volta do Q2.

Antes da última rodada de voltas rápidas, Verstappen estava a 0s181 de Hamilton. Havia briga! Enquanto isso, Gasly se colocava em quarto, com Bottas em terceiro e as duas Ferrari logo na sequência. Pérez aparecia somente em oitavo com a Red Bull. Ocon, Tsunoda, Vettel, Räikkönen e Giovinazzi eram os que ocupavam a zona de eliminação.

Na tentativa derradeira, Hamilton cravou 1min08s068 e abriu a diferença na dianteira, ao passo que Bottas pulou para segunda colocação. Verstappen terminou com 0s431 de desvantagem, em terceiro.

O grupo de eliminados não mudou. Ocon melhorou a volta e chegou até a ficar em décimo por alguns momentos, mas Norris mandou bem e pulou confortavelmente para dentro da nota de corte. Ocon fica fora ainda que tinha sido somente 0s052 mais lento que Alonso, em décimo e classificado. Vettel, Tsunoda, Räikkönen e Giovinazzi foram os outros eliminados.

O carinho da torcida brasileira com Kimi Räikkönen (Foto: F1/Twitter)

Q3 – Inapelável, Hamilton dá show em São Paulo

Diferente do Q2, os classificados para a disputa da dianteira inauguraram rapidamente o traçado no Q3. Leclerc foi o primeiro a sair e deixar a volta dele registrada. Logo Hamilton apareceu para tentar acabar com qualquer brincadeira na primeira rodada de voltas e apontar 1min08s107. Verstappen conseguiu ficar somente 0s265 atrás, mas em segundo. O holandês foi ao rádio para avisar que os pneus dianteiros estavam superaquecendo.

Bottas aparecia em terceiro, com Pérez finalmente se juntando ao top-4, enquanto Gasly batia Sainz, Norris, Alonso, Ricciardo e Leclerc. Hora, então, de todo mundo se encaminhar aos boxes para trocar os pneus e ficarem a postos para a hora da verdade.

O primeiro a atacar foi Verstappen, que ficou pior que a volta anterior que havia anotado. Fim das chances de superar Hamilton. Mas Lewis melhorou: com 1min07s934, garantiu a inapelável dianteira.

Bottas ficou com a terceira colocação, enquanto Pérez, Gasly, Sainz, Leclerc, Norris, Ricciardo e Alonso fechavam o top-10.

Fórmula 1 2021, GP de São Paulo, Interlagos, corrida sprint, grid de largada:

1L HAMILTONMercedes1:07.934 23
2M VERSTAPPENRed Bull Honda1:08.372+0.43817
3V BOTTASMercedes1:08.469+0.53523
4S PÉREZRed Bull Honda1:08.483+0.54922
5P GASLYAlphaTauri Honda1:08.777+0.84318
6C SAINZFerrari1:08.826+0.89219
7C LECLERCFerrari1:08.960+1.02622
8L NORRISMcLaren Mercedes1:08.980+1.04622
9D RICCIARDOMcLaren Mercedes1:09.039+1.10522
10F ALONSOAlpine Renault1:09.113+1.17919
11E OCONAlpine Renault1:09.137+1.20314
12S VETTELAston Martin Mercedes1:09.399+1.46515
13Y TSUNODAAlphaTauri Honda1:09.483+1.5499
14K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:09.503+1.56915
15A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:10.227+2.29314
16L STROLLAston Martin Mercedes1:09.663+1.7299
17N LATIFIWilliams Mercedes1:09.897+1.9639
18G RUSSELLWilliams Mercedes1:09.953+2.01910
19M SCHUMACHERHaas Ferrari1:10.329+2.39511
20N MAZEPINHaas Ferrari1:10.589+2.65510
  Tempo 107%1:12.689+4.755 
Paddockast #129: Tudo que você precisa saber sobre o GP de São Paulo
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar