Hamilton se esquiva sobre troca de motor e prevê Red Bull “difícil de bater” em Interlagos

Lewis Hamilton não quis comentar sobre a possibilidade de troca de motor e prevê um fim de semana muito difícil de derrotar a Red Bull em Interlagos

FÓRMULA 1 EM SP: MERCEDES E RED BULL SE CUTUCAM | Paddock GP #266

Lewis Hamilton abriu a coletiva de imprensa do GP de São Paulo, nesta quinta-feira (11) ao lado do bicampeão mundial e ex-companheiro de equipe Fernando Alonso. 19 pontos atrás de Max Verstappen na briga pelo título, o heptacampeão manteve uma postura de poucas palavras em Interlagos.

Hamilton afirmou que desconhece informações de uma possível troca de componentes da unidade de potência para o GP de São Paulo. A informação circula no paddock, mas Lewis não confirmou, citando que nem sabe se os motores chegaram em Interlagos, já que a F1 vive um drama logístico por conta de voos atrasados do México.

“Eu não posso comentar sobre isso, nem sei se o motor chegou aqui nesta manhã. Até onde sei, meu motor está bem, mas vou descobrir isso junto do time de engenharia”, declarou Lewis.

Sem vencer desde o GP da Rússia e observando Verstappen em sequência de triunfos, Lewis afirma que toda prova virou uma “obrigação de vitória” para a Mercedes até aqui. Depois de São Paulo, a Fórmula 1 terá mais apenas três corridas em 2021.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Lewis Hamilton tenta vencer em São Paulo para manter esperanças de título vivas (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Toda corrida devemos vencer. Temos a obrigação de vencer desde que voltamos das férias, mas não conseguimos fazer isso até aqui”, seguiu.

“Definitivamente vamos nos esforçar mais neste fim de semana para tirar mais do carro. Na última vez aqui, eles foram muito fortes. Esperamos mais uma vez que será muito difícil de vencer neste fim de semana”, afirmou.

Lewis também foi questionado sobre o trabalho em equipe com a Mercedes. O debate sobre o tema cresceu na Fórmula 1 após o GP do México, quando o companheiro Valtteri Bottas perdeu a primeira posição logo na largada para Max Verstappen, que acabou ganhando a corrida.

“É um esporte de equipe. É o jeito que o esporte. Não me importo muito. É claro que gostaria de fazer as coisas sozinho, mas com uma Red Bull à frente e outra atrás, a estratégia pode ir contra você, então temos de trabalhar como um time, por isso temos dois carros”, completou.

O GRANDE PRÊMIO acompanha o GP de São Paulo ‘in loco’ em Interlagos com os jornalistas Fernando Silva e Gabriel Curty, além de toda equipe de maneira remota. O GP também segue todas as atividades de pista do fim de semana AO VIVO e EM TEMPO REAL.

MERCEDES ENTREGA OS PONTOS NA F1 2021? MAZEPIN É EXPULSO DE BALADA? | Paddock GP #265
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar