Hamilton voa com W13 e lidera último dia de testes coletivos da F1 em Barcelona

Lewis Hamilton superou até o começo da sessão com pista molhada para bater o tempo do companheiro George Russell em Barcelona

COMO FOI O ÚLTIMO DIA DA PRÉ-TEMPORADA DA FÓRMULA 1 2022 EM BARCELONA | Briefing

O último turno dos três dias de testes coletivos da Fórmula 1 em Barcelona, nesta sexta-feira (25), foi de água na pista. Não por conta da chuva que a meteorologia mostrava ser até provável em alguns momentos, mas pelos dois caminhões-tanque que a F1 mandou para a pista na hora do almoço para molhar tudo e permitir que as equipes testassem os novos pneus de chuva da Pirelli. No fim, ainda que os compostos tradicionais tenham voltado a dar às caras mais ou menos no meio da sessão, as voltas não foram iguais. Foi o que ofereceu a oportunidade de Lewis Hamilton anotar 1min19s141 e finalizar com o melhor tempo da semana.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
As corridas do fim de semana na TV e no streaming: 25 e 27 de fevereiro

Embora seja muito difícil medir desempenho na pré-temporada, é possível dizer que a volta de Hamilton rendeu uma liderança bem mais contundente que pela manhã, com George Russell. O motivo é que o ex-piloto da Williams andou de pneus C5, os mais macios. Hamilton, não. O heptacampeão estava nos C4 quando marcou 1min19s141, a 15 minutos do fim da atividade e, em seguida, faria 1min19s138.

Com Hamilton e Russell, a Mercedes teve 1-2. Enquanto isso, Sergio Pérez e Max Verstappen deram sequência, fechando o terceiro e quarto lugares para a Red Bull. Pela primeira vez nos testes, as duas equipes mostraram força na tabela de tempos frente aos rivais da Ferrari e da McLaren.

Sebastian Vettel ficou na quinta posição, mas apenas com os tempos da manhã. A Aston Martin foi uma das quatro equipes que não foram à pista no turno vespertino – Haas, Alpine e AlphaTauri foram as outras. Charles Leclerc, Carlos Sainz, Alexander Albon, Nicholas Latifi e Daniel Ricciardo finalizaram o top-10. Além de liderar, a Mercedes foi a escuderia que mandou andou no dia – 160 voltas – e teve, também em Hamilton, o piloto que mais quilometragem acumulou

A Fórmula 1 continua os testes de pré-temporada já na praça onde abre o campeonato, o Bahrein, com uma sessão entre os dias 10 e 12 de março. O primeiro GP do ano está marcado para o dia 20 desse mês.

GRANDE PRÊMIO cobre in loco a primeira semana de testes da Fórmula 1 no Circuito de Barcelona-Catalunha com Eric Calduch.

Lewis Hamilton e a artificialidade da pista molhada em Barcelona (Foto: F1)
Paddockast #137 | O que aprendemos com os lançamentos dos carros da F1 2022?

Confira como foi a última tarde de testes da F1 em Barcelona:

A previsão do tempo indicava que poderia haver chuva no começo da tarde em Montmeló, mas a Fórmula 1 se adiantou ao clima e resolveu fabricar a própria chuva. Ou, ao menos, uma forma de deixar a pista molhada para não terminar a semana sem testar os pneus apropriados para intempéries. Por isso, durante a hora do almoço, lançou mão de dois caminhões-tanque que molharam todo o traçado.

Quem se arriscou primeiro na pista foi Daniel Ricciardo, que saiu com pneus de chuva extrema e rapidamente voltou para colocar os intermediários. Com o segundo é que conseguiu ser muito mais rápido, o que mostrava que a pista já secava em bom ritmo. Nicholas Latifi saiu à pista também com os pneus intermediários. A Pirelli gostaria de usar bastante os dois compostos, mas a aparência inicial era que os de chuva extrema só apareceriam com uma nova rodada de água na pista.

Além da Alpine, que avisara ainda no fim da manhã que não participaria na sessão vespertina por conta de problemas hidráulicos, a Haas e a Aston Martin se juntaram aos franceses com declarações ao longo do começo da sessão derradeira. Desta forma, somente sete equipes estavam prontas para ir à pista.

Nicholas Latifi encerrou a sexta da Williams (Foto: F1)

De maneira geral, os pilotos davam rápidas passadas na pista com os pneus de chuva e voltavam para stints mais robustos com os intermediários. Ricciardo, Carlos Sainz e Sergio Pérez começaram a mostrar alguma velocidade, mas foi Lewis Hamilton quem baixou de 1min40s pela primeira vez ao anotar 1min39s908. Com a pista secando ainda mais, as voltas começaram a cair rapidamente.

Foi Pérez quem terminou a primeira hora com o melhor tempo: 1min35s774. Enquanto isso, a Williams repetia a troca de mais cedo e punha Alexander Albon no lugar de Latifi. Valtteri Bottas retornava à pista após Guanyu Zhou participar da tarde de ontem e manhã de hoje. A pista seguia secando de tal maneira que Sainz chegou a 1min30s952. Com 90 minutos de sessão, final da participação dos pneus de pista molhada. Bottas colocou os C3 para aumentar a normalidade.

A Mercedes tentou colocar os C5 em Hamilton, mas bastou uma volta de instalação para ver que ainda era demais para isso e chamou o piloto de volta. Um pouco depois, repetiu a dose. Apesar dos pneus macios aparecerem para alguns, os tempos de volta ainda estavam altos em comparação aos melhores da semana. Reflexo de um traçado ainda imperfeito.

Sergio Pérez fechou os testes para a Red Bull (Foto: Red Bull Content Pool)

Na conclusão de uma segunda hora bem movimentada na pista, o melhor tempo da tarde fora feito com os pneus C2 e por Pérez: 1min20s452. Teve até um pouco de fumaça saindo do carro de Albon e uma escapada de Hamilton na curva cinco. Apesar de somente três equipes terem anunciado que não participariam da atividade, a AlphaTauri também não mandara Yuki Tsunoda para a pista conforme a escalação divulgada. Pierre Gasly teve problemas pela manhã.

Embora os tempos em si fossem desprezíveis, a atividade contava com a pista recheada. Russell seguia na frente com o tempo de mais cedo, mas Hamilton somava 70 voltas no fim da segunda hora; Sainz, 65; Ricciardo, 56; Pérez, 45.

A última hora começou bastante lenta e só ganhou alguma tração perto da marca de 30 minutos. Pérez melhorou a volta quando colocou pneus C4 e partiu para 1min19s556. Mas não era de lá que viria a melhor volta da tarde. E do dia. E dos testes. Viria precisamente de onde mais se esperava: Hamilton.

Lewis também apostou no C4 e, com o perdão do trocadilho, fez volta explosiva ao cravar 1min19s674. Ainda melhoraria mais duas vezes após trocar os pneus pelos C5. No fim das contas, 1min19s138 acabou por ser a marca final. Russell, Pérez e Verstappen fecharam um sugestivo top-4 inteiro de Mercedes e Red Bull para o dia.

Fórmula 1 2022, Pré-temporada, Barcelona, Dia 3:

1L HAMILTONMercedes1:19.13894
2G RUSSELLMercedes1:19.233+0.09568
3S PÉREZRed Bull1:19.556+0.41874
4M VERSTAPPENRed Bull1:19.756+0.61859
5S VETTELAston Martin Mercedes1:19.824+0.68648
6C LECLERCFerrari1:19.831+0.69344
7C SAINZFerrari1:20.072+0.93492
8A ALBONWilliams Mercedes1:20.318+1.18094
9N LATIFIWilliams Mercedes1:20.699+1.56113
10D RICCIARDOMcLaren1:20.750+1.61286
11L NORRISMcLaren1:20.827+1.68952
12F ALONSOAlpine1:21.242+2.10412
13G ZHOUAlfa Romeo Ferrari1:21.939+2.80141
14P GASLYAlphaTauri Red Bull1:22.469+3.33140
15N MAZEPINHaas Ferrari1:26.229+7.0919
16V BOTTASAlfa Romeo Ferrari1:30.433+11.29510
FÓRMULA 1 RESISTE À POSSÍVEL ENTRADA DA ANDRETTI EM 2024. POR QUE?
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar