Liberada pela Itália, Ferrari viaja para disputa do GP da Austrália

Um dia depois de o governo italiano decretar nova quarentena no norte do país, a Ferrari obteve autorização para embarcar sua delegação a partir deste domingo (8) para Melbourne, palco do GP da Austrália dentro de uma semana. A AlphaTauri, por estar localizada em Faenza, não está na ‘zona vermelha’ decretada pelas autoridades locais e viaja normalmente

O governo italiano teve de tomar uma medida drástica para conter a epidemia do novo coronavírus, que já registra 5.883 casos confirmados no país. No último sábado (7), o premiê Giuseppe Conte anunciou a imposição de uma nova quarentena em diversas partes do norte da Itália, incluindo Milão, o grande centro econômico da nação, restringindo assim a movimentação de cerca de 16 milhões de pessoas. Um dia depois, contudo, o governo autorizou a viagem das delegações da Ferrari e e Dallara — empresa que fornece peças para a Haas — para a Austrália, país que sedia a prova de abertura da temporada 2020 do Mundial de F1 no próximo domingo. A informação é da versão italiana do site ‘Motorsport.com’.
 
A AlphaTauri, por estar localizada em Faenza, cidade próxima a Bolonha e que não faz parte da chamada ‘zona vermelha’, não enfrentou restrições do governo italiano e viaja normalmente rumo a Melbourne. A Dallara, por sua vez, se encontra baseada em Varano de Melegari, também na área restrita e em quarentena, mas teve sua delegação liberada para seguir para a Austrália.
A Ferrari obteve autorização do governo italiano e viaja para Melbourne (Foto: Ferrari)
A Ferrari, com sua base em Maranello, na província de Modena, está em uma das áreas com restrição de acesso decretada pela Itália. Mas a assessoria de imprensa da equipe italiana confirmou que a viagem foi autorizada para Melbourne. Nesta manhã de domingo uma parte embarca rumo à Austrália, enquanto o corpo diretivo, que inclui Mattia Binotto e uma delegação de diretores e técnicos, segue para a Oceania nesta segunda-feira.
 
Uma parte da delegação da Ferrari já está em Melbourne e prepara as instalações da equipe no circuito de Albert Park, de acordo com o comunicado da própria escuderia, emitido neste domingo.
“Na esteira das medidas anunciadas pelo governo italiano na noite passada, estamos monitorando e avaliando a situação e estamos em contato com as autoridades e todas as organizações envolvidas. Para a Ferrari, o cumprimento dos regulamentos do governo representa a principal garantia para assegurar a segurança dos seus funcionários e familiares, o que é nossa prioridade. Cada decisão será tomada com relação a esse princípio”, informou a Ferrari.
 
“Parte da equipe e dos equipamentos já chegaram a Melbourne, e os embarques dos demais membros da equipe seguem como o programado, a menos que recebamos comunicações em contrário”, complementou.
 
A restrição do governo italiano alcança 11 províncias e restringe o acesso da população de tais localidades. Lombardia — onde está localizada Milão —, Modena, Parma, Piacenza, Reggio Emilia, Rimini, Veneza, Padova, Treviso, Asti, Alessandria e Pesaro e Urbino — onde reside Valentino Rossi, multicampeão da MotoGP.
 
Segundo comunicado do governo local, a intenção é de “evitar qualquer movimentação dentro e fora dos territórios, exceção feita a movimentações motivadas pelo trabalho ou situações de emergência”.
 
No momento, a Austrália não apresenta restrições quanto à entrada de passageiros estrangeiros, mas o país anunciou recentemente o “reforço nos procedimentos e medidas de rastreio para aqueles vindos da Itália” em razão dos casos de coronavírus.

Paddockast #51
QUEM VENCEU DRIVE TO SURVIVE 2

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube