López diz que ausência nos testes de Jerez foi estratégica e que vê Lotus “melhor preparada” que rivais

Gerard López, proprietário e chefe de equipe da Lotus, afirmou que a ausência do time em Jerez foi estratégica e que vê a esquadra de Enstone mais bem preparada que as rivais

Mesmo fora da primeira bateria de testes em Jerez, Gerard López acredita que a Lotus está mais bem preparada para a temporada 2014 do que muitas de suas rivais. A equipe Enstone ainda atravessa uma fase financeira instável, e entende-se que a ausência nos treinos coletivos também foi motivada pela dificuldade no orçamento.

Proprietário do time e que agora assumiu provisoriamente o cargo de chefe de equipe, López afirmou que a decisão de pular as atividades na Espanha foi estratégica e não uma forma de conter gastos. "Nós falamos na possibilidade de problemas técnicos e foi realmente este o caso", declarou o dirigente ao francês 'Infosport Plus'.

López vê Lotus melhor preparada que rivais (Foto: Lotus/ Andrew Ferraro/LAT Photographic)

"Eu sei que enfrentamos muitas críticas, as pessoas disseram que não temos orçamento necessário, mas estão erradas, porque nos custou o mesmo ir até Jerez uma semana depois", completou.

"Talvez estejamos mais bem preparados, na verdade. Talvez a nossa estratégia de esperar e trabalhar apenas na fábrica tenha sido a melhor. Vamos ver no Bahrein. Nós não vamos falar dos outros, ao menos não como falaram de nós", acrescentou.

O Bahrein vai receber duas sessões de testes da F1, as últimas antes do início da temporada na Austrália, em 16 de março. A primeira bateria acontece a partir do dia 19 de fevereiro.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube