Magnussen dá dicas para próxima dupla da Haas: carro é fácil de guiar, mas lento

Kevin Magnussen e Romain Grosjean concordam: o carro da Haas é bastante acessível para pilotos novatos. Nikita Mazepin e Mick Schumacher, favoritos às vagas, teriam adaptação facilitada

Kevin Magnussen já sabe que rompe com a Haas no fim de 2020. O mesmo vale para Romain Grosjean, significando uma dupla completamente nova em 2021. Com a equipe americana cada vez mais próxima de assinar com os estreantes Mick Schumacher e Nikita Mazepin, os veteranos deixam dicas: a escuderia faz carros lentos, mas que pelo menos são de fácil pilotagem.

“Eu não sei se são esses caras mesmo que vão pilotar, mas quem vir [para a Haas] vai encontrar um carro que pelo menos não é muito difícil de pilotar”, afirmou Magnussen. “Esses carros são muito bons. Muitas vezes eu pilotei o carro com a sensação de que seria competitivo porque tinha uma sensação boa. Não foi o caso, porque estamos lentos e com problemas são um pouco de tudo. É isso que nos torna menos competitivos, não o carro ser difícil de pilotar. Acho que a sensação será de um carro rápido e divertido de pilotar”, seguiu, fazendo referência à diferença de velocidade entre F2 e F1.

Kevin Magnussen está de saída da Haas (Foto: Haas)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Grosjean assinou embaixo. O francês faz a ressalva de que os pneus serão diferentes em 2021, podendo criar um carro de estilo diferente.

“O carro sai um pouco de frente. Nesse sentido, não é muito difícil de pilotar. A chave sempre será fazer os pneus funcionarem. Com os pneus de 2021, não sei como vai ser. Certamente vão andar mais rápido do que costumam”, destacou.

A Haas é a única equipe ainda sem qualquer piloto confirmado para 2021. Mesmo assim, as cartas estão marcadas: Mazepin deve trazer o dinheiro necessário para garantir uma equipe estável, enquanto Schumacher é fruto dos bons laços entre os americanos e a Ferrari. Os dois na F2, e em situação bem diferentes: Mick é líder e favorito ao título, enquanto Nikita é sexto e, com 51 pontos de déficit, aparenta ter chances remotas de sair campeão.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube