Maldonado faz exercício de imaginação e diz: “Se estivesse na Mercedes, poderia lutar com Hamilton”

Quando entrevistado pelo jornal alemão ‘Bild am Sonntag’ sobre como seria se estivesse correndo pela melhor equipe do campeonato, Pastor Maldonado deixou a modéstia de lado e afirmou: “Tenho talento para bater Lewis Hamilton”

Até mesmo pela diferença de potencial das suas respectivas equipes, Pastor Maldonado e Lewis Hamilton travaram poucas verdadeiras batalhas na F1. A mais emblemática aconteceu no GP da Europa de 2012, em Valência, quando o venezuelano defendia a Williams e estava embalado pela vitória obtida um mês e meio antes, em Barcelona, e Lewis fazia seu último ano na McLaren. Faltando três voltas para o fim, Maldonado se segurava em terceiro lugar, mas acabou se chocando com a McLaren do britânico, que levou a pior e abandonou.

Stop & Go: 'Pilotar um F1 é muito fácil, qualquer um guia', diz Maldonado

 
Pouco mais de três anos depois daquele confronto nas ruas de Valência, Maldonado, hoje piloto da Lotus, lamentou por não ainda não ter recebido a chance de contar com um carro verdadeiramente vencedor na F1. 
Pastor Maldonado entende que tem capacidade para brigar com Lewis Hamilton. Desde que tenha o melhor carro (Foto: Glenn Dunbar/Williams)
Mas o sul-americano acredita que, se estivesse na Mercedes, a melhor equipe da F1 na atualidade, teria totais condições de lutar ou até mesmo de superar o novo tricampeão do mundo.
 
Quando questionado pelo diário alemão ‘Bild am Sonntag’ sobre como se imaginaria na Mercedes, Maldonado deixou a modéstia de lado. “Olha, gostaria de saber. Infelizmente, não tive chance de sentar em um carro vencedor, mas acho que, se eu estivesse na Mercedes, poderia lutar com Lewis”, afirmou.
 
“Definitivamente, tenho ambição suficiente e espírito de luta. E sei que tenho talento para batê-lo”, complementou Pastor. Em comum, Maldonado e Lewis partilham da mesma idade: 30 anos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube