carregando
F1

Mario Andrada cita baixo astral e muito trabalho durante Ímola 1994

No Cadeira Cativa #04, jornalista recordou o trabalho duro para cobrir os acidentes e como isso deixou a sala de imprensa com baixo astral

Grande Prêmio / Redação GP, São Paulo
No Cadeira Cativa #04, Mario Andrada e Silva comentou o baixo astral no paddock do GP de San Marino de 1994, especialmente após os acidentes de Rubens Barrichello e Roland Ratzenberger. O Cadeira Cativa é o programa do GRANDE PRÊMIO que recebe jornalistas e personalidades marcantes da cobertura de esporte a motor do Brasil.
 
Assista ao trecho abaixo:
 

 
Na edição #04 do Cadeira Cativa, Mario Andrada e Silva lembrou o trabalho constante durante o trágico fim de semana de Ímola 1994. ASSISTA

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.