Massa aponta “mudanças significativas” e diz que carro de 2018 da Williams vai ser “muito mais agressivo”

Felipe Massa acredita que a Williams tem tudo para dar um passo à frente em 2018 na F1. Isso porque a equipe inglesa deve colocar na pista um carro muito mais agressivo do que os antecessores. A briga do time de Grove é para voltar ao top-4

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A Williams vai ter em 2018 um carro "muito mais agressivo", de acordo com Felipe Massa, que anunciou no fim da temporada passada a aposentadoria da F1. O brasileiro defendeu a equipe inglesa nos últimos quatro anos e acompanhou de perto os efeitos das mudanças técnicas feitas pelo time ao longo desse período, culminando com a vinda do engenheiro Paddy Lowe, ex-diretor-técnico da Mercedes. O modelo para o campeonato que começa no próximo mês de março, aliás, já terá a assinatura do inglês. 

 
Massa afirmou ainda que o carro terá mudanças significativas. "Eu vi o carro no túnel de vento e vi muitas mudanças que parecem interessantes", contou Felipe em declaração ao site norte-americano 'Motorsport.com'.

"Todo mundo está trabalhando muito nisso. Talvez você chegue à primeira corrida e todos tenham tantas mudanças diferentes nos carros. Mas esse parece muito mais agressivo. Parece muito diferente, então acredito que talvez eles possam realmente melhorar", completou.

Felipe Massa deixa a Williams (e a F1) feliz com o caminho trilhado (Foto: Williams F1/Facebook)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A esquadra de Grove terminou 2017 novamente atrás da Force India como quinta força do Mundial. O time até que começou forte a temporada, mas perdeu rendimento e viu a equipe indiana crescer. No fim, a Williams fechou o ano 104 pontos atrás da rival. Só que agora Massa entende que a briga dos ingleses será ainda mais acirrada, especialmente devido ao passo adiante que McLaren e Renault devem dar neste ano.

 
"Vai ter a Renault, que vai melhorar. Também a McLaren, que precisamos ver o quanto vai vir melhor. É preciso ver também o que os pilotos vão conseguir fazer, mas acredito que o time realmente pode ter um carro melhor na comparação do que tivemos até agora", acrescentou o veterano.
 
O campeonato de 2018 começa no dia 25 de março, com o GP da Austrália, tradicionalmente disputado no circuito do Albert Park, em Melbourne.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube