Massa critica atendimento médico em Mônaco e clama por melhora na infraestrutura

Após sofrer acidentes tanto em Mônaco quanto em Montreal, Felipe Massa comparou as duas estruturas médicas e criticou o atendimento recebido no Principado: “Um problema que precisamos melhorar”, disse

Em má fase após protagonizar três fortes acidentes num espaço de duas semanas, Felipe Massa comparou a maneira como foi atendido em Monte Carlo e, no último sábado (8), em Montreal, no Canadá. E o brasileiro não tem dúvidas ao afirmar que a estrutura médica no Principado precisa evoluir muito.

Durante entrevista coletiva concedida pouco depois da batida na classificação conturbada do GP do Canadá, Felipe recordou a maneira como foi atendido em Mônaco, quando bateu forte duas vezes e de maneira semelhante, na entrada da Sainte-Dévote. Na visão do piloto da Ferrari, a organização em Monte Carlo falhou em vários aspectos, diferente do que aconteceu no Canadá, onde todos só receberam elogios.

Massa criticou a maneira como foi atendido após acidentes em Mônaco (Foto: Getty Images)

“Não é legal dizer isso. Tive dois acidentes em Mônaco, e a organização e a situação lá foram muito ruins. Este é um problema que temos em Mônaco, um problema que precisamos melhorar, e eu já falei isso com os médicos”, comentou Felipe em resposta à revista britânica ‘Autosport’.

“Em Mônaco, tudo o que aconteceu não foi legal: o tempo que eu esperei por uma ambulância e, no primeiro acidente, tive de andar 200 m ao lado da cerca. Tenho certeza que, depois de tudo o que aconteceu em Mônaco, eles vão mudar a organização e sua preparação”, acrescentou. 

À revista alemã ‘Auto Motor und Sport’, Massa seguiu com as críticas. “Fiquei 13 minutos até a ambulância chegar. Então tive de passar por cima de algumas cercas até chegar a ela”, recordou o brasileiro.

Sobre o atendimento que recebeu em Montreal após a batida na curva 3 durante o Q2 no último sábado, Felipe reservou palavras elogiosas. “Aqui tudo foi perfeito e funcionou bem. O médico e o centro médico estão muito bem preparados, e foi uma grande diferença daqui para Mônaco”, comparou o piloto da Ferrari, que larga em 16º neste domingo em Montreal.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube