Verstappen acusa Pirelli de ser vaga ao analisar estouro de pneu e defende Red Bull

Max Verstappen defende que a Red Bull não teve culpa alguma no furo de pneu no GP do Azerbaijão. O holandês não ficou satisfeito com a investigação da Pirelli, que concluiu que ninguém teve culpa nos incidentes de Baku

Max Verstappen perdeu a corrida ganha em Baku após estouro de pneu (Vídeo: F1)

A Pirelli não apontou dedos para ninguém ao fim da investigação dos furos de pneus no GP do Azerbaijão. Afinal, a fábrica italiana sentiu que ninguém teve culpa de nada. Só que Max Verstappen não engole essa: de acordo com o líder da Fórmula 1, a análise foi vaga e acobertou o fato de que a Red Bull “fez tudo certo”.

Apesar de não ir direto ao ponto, Verstappen se mostrou crítico à Pirelli. É que seguir as recomendações da fornecedora não impediu a Red Bull de sofrer um furo, com o holandês perdendo vitória certa em Baku.

“Não fico satisfeito porque, para mim, foi algo meio vago”, disse Verstappen. “O que posso dizer é que, da nossa parte, a equipe fez tudo do jeito certo. Seguimos todas as indicações a respeito da pressão nos pneus, não havia nada que eles pudessem encontrar [de errado]. Vamos usar mais pressão nos pneus nesse fim de semana, tenho 100% de certeza que sim. É provável que isso tenha algo a ver com o que aconteceu em Baku, mas seria bom saber se foi algo causado pelos pneus. Eles [Pirelli] deveriam falar sobre isso, seria mais fácil de entender, até porque a equipe não fez nada de errado”, frisou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

MAX VERSTAPPEN; RED BULL; ACIDENTE; BAKU;
Verstappen chuta pneu furado que lhe tirou vitória certa no Azerbaijão (Foto: AFP)

A F1 já determinou que as equipes terão de usar mais pressão nos pneus no GP da França desta semana. Trata-se de uma resposta à possibilidade – não confirmada – de que os furos de Verstappen e Lance Stroll sejam consequência do uso de pressão muito baixa nos pneus.

“Eles explicaram que não têm ferramentas para medir [pressão] durante a corrida, mas nós demos a pressão dos pneus e elas estavam dentro dos limites que eles determinaram. Se esses limites estão incorretos, não há nada que possamos fazer a respeito disso. Só seguimos o que é possível de acordo com as regras. Se isso significa que agora temos de usar mais pressão, todo mundo vai aumentar a pressão”, encerrou Verstappen.

O debate sobre uso correto dos pneus vai esquentando e não há consenso no paddock. Enquanto Verstappen faz questão de defender o comportamento da Red Bull em Baku, equipes rivais ficam na dúvida sobre quem está certo e quem está errado.

“É importante entender melhor a situação, até porque é uma questão de segurança”, disse Marcin Budkowski, diretor-executivo da Alpine. “Aumentar a pressão nos pneus traseiros é uma conclusão que parece indicar falha nos pneus. A reação da FIA não muda nossos procedimentos, mas traz mais clareza e torna tudo mais rígido. Não vou dizer se isso significa que alguém estava tirando proveito disso, até porque não sei. Só que, se for isso, é preocupante por ser uma questão de segurança”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar