Verstappen faz ‘meio gol’ e conquista pole para GP de Mônaco. Pérez bate e é último

Max Verstappen confirmou o favoritismo que indicou no TL3 e garantiu a pole do GP de Mônaco de Fórmula 1. Sergio Pérez errou no Q1, bateu e sai na última posição

🔴F1 2023 EM MÔNACO AO VIVO: TUDO SOBRE A CLASSIFICAÇÃO | Briefing

Que loucura! O Q3 da classificação do GP de Mônaco de Fórmula 1, na tarde deste sábado (27), foi amplamente animado para definir o pole-position em Monte Carlo. Entre favoritos e inesperados, quatro pilotos passaram pela primeira colocação, que esteve bastante em jogo. No fim das contas, quem se deu melhor foi Max Verstappen. O resultado pode parecer trivial, mas não foi nada disso: foi é uma grande exibição do bicampeão mundial vigente, que ficou com a 23ª pole da carreira.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Relacionadas


Foi uma briga de foice no escuro, como diz o velho ditado popular. Verstappen alcançou a impressionante marca de 1min11s365 para superar, no último instante e com setor final assustador, a grande volta feita por Fernando Alonso em 0s084. Alonso liderou o Q3 por duas vezes, chegou a colocar vantagem sobre Verstappen, mas não gargalhou no final.

Charles Leclerc e Esteban Ocon, de Ferrari e Alpine, também chegaram a liderar em momentos diferentes e pensar que daria para tocar a glória. Não deu, mas largam na terceira e quarta posições, respectivamente.

Carlos Sainz é o quinto colocado, seguido por Lewis Hamilton. O heptacampeão passou muito perto de ser eliminado tanto no Q1 quanto no Q2, mas acabou ainda na frente de George Russell, o oitavo. Entre ambos, Pierre Gasly foi o sétimo. Yuki Tsunoda e Lando Norris, que bateu e quebrou a suspensão no fim do Q2, fecham o top-10 de uma das tomadas de tempo mais eletrizantes da F1 nos últimos tempos.

A ausência de Sergio Pérez nesta lista não é por acaso: o vice-líder da Fórmula 1 2023 errou na entrada da Sainte-Dévote ainda no começo do Q1, passou direto e bateu no muro. Vai largar na última colocação.

GRANDE PRÊMIO analisa todas as atividades da Fórmula 1 em Mônaco no Briefing, programa que vai ao ar após o segundo treino livre, a classificação e a corrida principal, sempre no canal do GP no YouTube. Além disso, o GP também comenta a definição do grid e a corrida em segunda tela na parceria com a Voz do Esporte. E acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL todas as atividades do GP de Mônaco. Logo mais, a largada está marcada para as 10h (de Brasília, GMT-3).

Fernando Alonso ficou no quase (Foto: Aston Martin)

Confira como foi a classificação:

Céu sob o sol da Riviera e com temperatura na casa de 25°C e asfalto ainda passando dos 40°C: era hora da Fórmula 1 definir o grid de largada para o GP de Mônaco. A atividade começava às 16h locais (11h de Brasília, GMT-3).

O terceiro treino livre havia reforçado o poderio da Red Bull, que controlou as ações e teve Max Verstappen e Sergio Pérez nas duas primeiras posições. Pudera: incidentes com Kevin Magnussen e Lewis Hamilton impediram tentativas de voltas velozes nos últimos minutos.

Q1 – Hamilton e Sainz flertam com eliminação, mas se livram no final

Assim como no treino da manhã, a Aston Martin mandou os dois carros para a pista logo de cara. Não demorou para que o traçado ficasse cheio: a primeira volta rápida foi de Esteban Ocon, mas até os principais atores já circulavam pelas ruas estreitas e entre os muros sempre colados de Monte Carlo.

Verstappen liderava as ações nos minutos iniciais, com 1min13s7, enquanto Carlos Sainz brindou o público com algo incomum: uma volta deletada por limites da pista. O motivo foi cortar a chicane.

As posições começavam a ser organizar restando pouco mais de 11 minutos para o fim quando Pérez foi ao muro. ‘Checo’ entrou com muita velocidade na Sainte-Dévote, não teve como parar e cravou o RB19 no muro. Bandeira vermelha e fim de participação para o vice-líder do campeonato. O resgate dos fiscais ainda teve de suspender o Red Bull no céu de Mônaco para tirar da pista.

Àquela altura, Lando Norris e Oscar Piastri tinham as duas primeiras colocações, seguidos por Guanyu Zhou. O grid somente começava a se ajustar. Após dez minutos de parada, atividade retomada.

Nas primeiras movimentações pós-bandeira verde e já com a situação da pista melhorando, Alexander Albon chegou a aparecer na ponta por breve momento antes de Verstappen engatar 1min13s038. Só que Nyck de Vries levava a AlphaTauri ao segundo lugar e mostrava que tudo ainda estava muito fluido. E Fernando Alonso estava a postos a colocar o relógio em 1min12s886.

Hamilton conseguiu uma volta mais limpa, mas mesmo assim subiu somente para o 12º lugar. A impressão era de que iria brigar para avançar até o fim, mas a situação de Charles Leclerc e Sainz também não era tão melhor assim: ambos estavam fora do top-10 com cinco minutos para o fim.

Leclerc logo saiu, mas Sainz seguia por ali a dois minutos do fim. E Yuki Tsunoda mostrou que a AlphaTauri tinha mesmo velocidade, ao menos o suficiente para 1min12s642 e o primeiro lugar. Apesar de interessante na frente, a briga esquentava mesmo atrás.

Quando a dupla da Haas saiu do perigo momentâneo, Sainz entrou e quase puxou Hamilton, que era o 15º. Para piorar a vida do heptacampeão, passou reto na Nouvelle Chicane e teve de abortar a penúltima tentativa.

Verstappen pintou com um voltaço para liderar com 1min12s386, à frente de Tsunoda e Albon, que subia do perigo ao terceiro posto. Sainz conseguiu emplacar boa volta e fugiu da confusão também, bem como Hamilton, no fim das contas.”Estou a salvo?”, perguntou Lewis, entendendo a situação. Bottas foi outro a sair.

No fim das contas, sobrou para Logan Sargeant, Magnussen, Nico Hülkenberg, Guanyu Zhou e Pérez, nesta ordem, que largam entre a 16ª e a 20ª colocações. O top-10 ficou formado por Verstappen, Tsunoda, Albon, Sainz, Stroll, George Russell, Hamilton, Norris, Alonso e Leclerc.

Yuki Tsunoda foi bem no Q1 em Mônaco (Foto: Red Bull Content Pool)

Q2 – Norris bate e se salva, enquanto Stroll cai com Aston Martin poderosa

Após um Q1 onde os 18 primeiros colocados ficaram no mesmo segundo, o Q2 abriu com Verstappen na frente do pit-lane para andar logo de cara. E cruzou rápido, com 1min12s038. Já era mais que o suficiente para nem precisar mais andar se o objetivo fosse somente passar ao Q3.

Alonso e Gasly foram os que chegaram mais perto na primeira rodada de voltas, mas somente 0s2 atrás. Depois de cinco minutos, todo mundo andara na pista. A Mercedes continuava a sofrer com o ‘novo’ W14 com Russell na beira da zona de classificação e Hamilton, fora.

Ocon fez a bandeira vermelha passar muito perto de ser chamada após um toque no muro no contorno da Sainte-Dévote. Mas evitou pancada mais forte e seguiu em frente.

Mesmo com um voltaço, Verstappen não se segurava fora da pista: 1min11s908 para o melhor tempo do fim de semana. Alonso também andou melhor, mas ainda estava 0s199 atrás. Russell conseguiu brilhar e pintar e terceiro.

Apenas quatro minutos para o fim, mas Tsunoda, grande personagem do Q1, ainda não tinha volta cronometrada. Stroll, de Aston Martin, era outro surpreendentemente abaixo e ocupava somente o 13º posto.

E importante não esquecer da Ferrari: Leclerc pingou na segunda colocação após finalmente acertar uma volta limpa no fim de semana e ir a 1min12s103. Enquanto isso, Hamilton tentava entender o carro. “Acho que há algo errado com minha suspensão traseira direita”, comentou.

O pior sobrou mesmo para Norris, que ocupava a nona posição a um minuto do fim quando pinçou e relou no muro da Tabacaria. O motivo ficou evidente em seguida, por conta da repetição da TV: havia quebrado a suspensão ao tocar o muro na altura da chicane. Conseguiu levar o carro aos boxes, mas restava torcer para não ser superado.

Na preparação para as últimas voltas, muito tráfego na pista: boa parte dos 14 pilotos lá estavam ao mesmo tempo.

E, no fim das contas, Norris se salvou! Hamilton foi o único dos últimos colocados a melhorar e, mais uma vez, escapou. Piastri caiu com a 11ª colocação, seguido por De Vries, Albon, Stroll e Bottas. Apenas 0s7 separou Verstappen de Bottas, diga-se.

O top-10 teve Verstappen, Leclerc, Alonso, Russell, Hamilton, Gasly, Sainz, Ocon, Tsunoda e Norris, que agora disputariam a pole. A McLaren trabalhava às pressas no bólido de Lando para colocá-lo em condições de voltar ao traçado.

Lance Stroll ficou fora do Q3 (Foto: Aston Martin)

Q3 – Briga de foice cai nas mãos de Verstappen, com grande exibição

Hora da decisão: Norris ainda tentava resolver a quebra da suspensão, mas todos os outros pilotos pintavam na pista para começar o Q3.

Verstappen saiu na frente e anotou 1min12s102, mas Alonso passava mais rápido que ele enquanto os dois rodavam. Quando completou a volta, 1min11s706: melhor voltado fim de semana e 0s4 melhor nesta altura. Será?

Sainz e Leclerc passaram em segundo e terceiro, além de Russell em quarto, deixando claro que Max não fora bem mesmo. Ocon, Gasly, Hamilton e Tsunoda formavam o top-9 após a primeira rodada de voltas.

Havia, contudo, mais uma chance: para Verstappen, que entrou na pista antes, duas. Max tomou a frente com a segunda chance, mas foi batido por um altamente surpreendente Ocon. Sim, de Alpine! Quem bateu Ocon foi Leclerc, antes de Alonso aparecer novamente e cravar 1min11s449. Sinceramente, parecia ser a volta da pole.

E, aí, Verstappen. Com um terceiro setor assustadoramente veloz, partiu para 1min11s365 e tomou o doce das mãos de Fernando. Pole de Verstappen, a primeira em Mônaco.

Fórmula 1 2023, Mônaco, Grid de Largada, Resultado Final (com punição à Leclerc):

1M VERSTAPPENRed Bull RBPT1:11.365  
2F ALONSOAston Martin Mercedes1:11.449+0.084 
3E OCONAlpine1:11.553+0.188 
4C SAINZFerrari1:11.630+0.265 
5L HAMILTONMercedes1:11.725+0.360 
6C LECLERCFerrari1:11.471+0.106P + 3
7P GASLYAlpine1:11.933+0.568 
8G RUSSELLMercedes1:11.964+0.599 
9Y TSUNODAAlphaTauri RBPT1:12.082+0.717 
10L NORRISMcLaren Mercedes1:12.254+0.889 
11O PIASTRIMcLaren Mercedes1:12.395+1.030 
12N DE VRIESAlphaTauri RBPT1:12.428+1.063 
13A ALBONWilliams Mercedes1:12.527+1.162 
14L STROLLAston Martin Mercedes1:12.623+1.258 
15V BOTTASAlfa Romeo Ferrari1:12.625+1.260 
16L SARGEANTWilliams Mercedes1:13.113+1.748 
17K MAGNUSSENHaas Ferrari1:13.270+1.905 
18N HÜLKENBERGHaas Ferrari1:13.279+1.914 
19G ZHOUAlfa Romeo Ferrari1:13.523+2.158 
20S PÉREZRed Bull RBPT1:13.850+2.485 
  Tempo 107%1:16.361+4.996 
🔴F1 MÔNACO CLASSIFICAÇÃO: ACOMPANHE TUDO NO GRANDE PRÊMIO
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.