Verstappen lidera lista de pilotos mais bem pagos da Fórmula 1 em 2023

Em ano mais dominante da história da Fórmula 1, Max Verstappen também liderou a lista dos pilotos mais bem pagos do Mundial. Entre salários e bonificações, neerlandês faturou US$ 70 milhões (cerca de R$ 344 milhões, na cotação atual)

Além da temporada mais dominante da história da Fórmula 1, Max Verstappen também aparece disparado na liderança de uma outra classificação: a dos maiores salários do Mundial. Em reportagem feita pela famosa revista Forbes, a mais conhecida do segmento de finanças, foi feita uma lista com os pilotos que mais arrecadaram ao longo de 2023.

Max, que já tinha aparecido na lista de esportistas abaixo de 25 anos com os maiores salários de 2023, arrecadou cerca de US$ 70 milhões (cerca de R$ 344 milhões na cotação atual) na temporada marcada por 20 vitórias e o tricampeonato mundial. US$ 45 milhões (R$ 221 milhões) foram de salário, enquanto o resto veio por bonificação. O neerlandês tem vínculo com a Red Bull até 2028.

Heptacampeão mundial, Lewis Hamilton também é figura carimbada entre os maiores salários da Fórmula 1. O piloto da Mercedes embolsou, ao total, US$ 55 milhões (cerca de R$ 270 milhões). Todo o valor em salário, sem bonificações. O piloto, que sem vencer nenhuma corrida pelo segundo ano consecutivo, renovou com a equipe até 2025.

:seta_para_frente: Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
:seta_para_frente: Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Max Verstappen (Foto: Red Bull Content Pool)

Quem fechou o pódio dos maiores salários é outro campeão mundial: Fernando Alonso. No primeiro ano de vínculo com a Aston Martin, o espanhol bicampeão levantou US$ 34 milhões (cerca de R$ 167 milhões), sendo US$ 24 milhões (R$ 118 milhões) em salários. O piloto, que somou oito pódios em 2023, tem contrato até o fim de 2024.

Em seguida, aparecem Sergio Pérez, da Red Bull, e Charles Leclerc, da Ferrari. Pérez, curiosamente, é um dos poucos da lista que faturou mais em bonificações do que em salário. O mexicano faturou US$ 26 milhões (cerca de R$ 127 milhões) em 2023, mas US$ 16 milhões (R$ 78 milhões) vieram por premiações e outros bônus.

Confira o top-10 dos pilotos mais bem pagos da Fórmula 1 em 2023:

PilotoEquipeValores (entre salários e bonificações)
1Max VerstappenRed BullR$ 344 milhões
2Lewis HamiltonMercedesR$ 270 milhões
3Fernando AlonsoAston MartinR$ 167 milhões
4Sergio PérezRed BullR$ 127 milhões
5Charles LeclercFerrariR$ 93 milhões
6Lando NorrisMcLarenR$ 73 milhões
7Carlos SainzFerrariR$ 68 milhões
8George RussellMercedesR$ 44 milhões
9Pierre GaslyAlpineR$ 39 milhões
10Oscar PiastriMcLarenR$ 39 milhões
🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.