Verstappen lidera TL1 em Abu Dhabi. Hamilton volta em 5º e Schumacher estreia na F1

Em uma sessão morna na tarde desta sexta-feira em Yas Marina, Max Verstappen foi o mais rápido, com vantagem de apenas 0s034 para Valtteri Bottas no treino livre 1. Esteban Ocon foi o terceiro na sessão que marcou o regresso de Lewis Hamilton à Mercedes. E Mick Schumacher fez seu primeiro treino livre na Fórmula 1

Na sessão que marcou o regresso de Lewis Hamilton ao cockpit da Mercedes, Max Verstappen foi o mais rápido do último treino livre 1 do ano. O holandês registrou 1min37s378 na tarde desta sexta-feira (11) e liderou a tabela de tempos do TL1 em Abu Dhabi, com vantagem de apenas 0s034 para Valtteri Bottas, o segundo colocado. Destaque para Esteban Ocon, embalado pelo seu primeiro pódio na Fórmula 1, conquistado na semana passada. O francês da Renault fechou o top-3 em Yas Marina.

Alexander Albon, que tenta agarrar a vaga que resta na Red Bull para seguir como companheiro de equipe de Verstappen, fechou a sessão em quarto lugar, sendo cerca de 0s2 mais rápido que Hamilton, o quinto mais rápido nesta tarde. Lance Stroll foi o mais rápido dentre os pilotos da Racing Point, em sexto, logo à frente do grande vencedor do GP de Sakhir, Sergio Pérez. Daniil Kvyat e Pierre Gasly, da AlphaTauri, concluíram a tarde em oitavo e nono, respectivamente, enquanto Kimi Räikkönen foi o décimo com a Alfa Romeo.

F1; FÓRMULA 1; MAX VERSTAPPEN; RED BULL; TL1; GP DE ABU DHABI; YAS MARINA;
Max Verstappen foi o mais rápido do TL1 do GP de Abu Dhabi (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

A sessão marcou também a estreia de Mick Schumacher em um treino oficial na Fórmula 1. O alemão pilotou para a Haas, equipe que vai defender em 2021 como titular. O filho do heptacampeão Michael Schumacher terminou em 18º, uma posição à frente de Pietro Fittipaldi. A programação da equipe para o brasileiro foi de avaliação do carro em ritmo de corrida e também de testes com o novo assoalho visando 2021.

A Fórmula 1 volta a acelerar em Abu Dhabi às 10h (de Brasília) com o segundo treino livre do fim de semana em Yas Marina. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o treino livre 1 do GP de Abu Dhabi

Com céu azul, temperatura ambiente de 25ºC e 39ºC no asfalto, a Fórmula 1 abriu o último fim de semana da temporada 2020 com grandes novidades na pista. Lewis Hamilton está de volta ao seu carro na Mercedes depois de vencer a Covid-19, o que levou George Russell de regresso à Williams, deixando o reserva Jack Aitken de fora. Robert Kubica assumiu o lugar do titular Antonio Giovinazzi no cockpit da Alfa Romeo, enquanto a Haas alinhou uma dupla com sobrenomes pesados. Pietro Fittipaldi, em seu segundo fim de semana na Fórmula 1, acelerou em Yas Marina, enquanto Mick Schumacher, que será o titular na próxima temporada, teve a chance de fazer seu primeiro TL1 no Mundial.

FÓRMULA 1; GP DE ABU DHABI; MICK SCHUMACHER; HAAS; F1; FÓRMULA 1;
O sobrenome Schumacher está de volta à Fórmula 1 (Foto: Reprodução)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Os primeiros tempos foram registrados logo no começo da sessão. Com menos de 7 minutos, Valtteri Bottas, depois de um domingo tenebroso no GP de Sakhir, liderava a tabela com 1min40s692 em volta feita com pneus duros, contra 1min41s259 de Charles Leclerc, com a Ferrari calçada com os compostos macios e 1min43s751 de Alexander Albon, da Red Bull, também com os duros.

Antes de recolher para os boxes, Hamilton queixava-se de um carro que “parece estar freando o tempo todo”, com a roda dianteira esquerda travada em muitos trechos da pista. O heptacampeão foi chamado para que os mecânicos pudessem averiguar o problema.

Com o desenrolar da sessão, ainda na primeira meia hora, Räikkönen subiu para segundo e completava uma provisória dobradinha finlandesa, com Bottas ainda à frente.Nicholas Latifi chegou a ocupar a terceira colocação com a Williams, enquanto Daniel Ricciardo enfrentou problemas de pressão de combustível no carro da Renault e precisou encostar o carro. A direção de prova precisou acionar o safety-car virtual para que os fiscais de pista pudessem remover o carro da pista.

FÓRMULA 1; GP DE ABU DHABI; FERRARI; SEBASTIAN VETTEL;
Sebastian Vettel com vários sensores espetados na traseira da Ferrari no início do TL1 (Foto: Ferrari)

Na sequência da sessão, Bottas calçou pneus macios e depois cravou 1min37s412 para reforçar sua condição de líder em Yas Marina, com Max Verstappen, de compostos duros, aparecendo em segundo lugar. Mick Schumacher, em sua primeira volta rápida, virou 1min43s647. A Mercedes seguia trabalhando no carro de Hamilton para liberá-lo de volta à pista.

Com 43 minutos para o fim do treino, Hamilton finalmente voltou para a pista usando pneus duros e marcou o sexto melhor tempo naquele momento. Lá na frente, nada de novo, com Bottas no comando da tabela de tempos, seguido por Verstappen, enquanto Sergio Pérez, grande vencedor do último fim de semana, em Sakhir, aparecia em terceiro. O mexicano, assim como Kevin Magnussen, vai largar do fim do grid em Sakhir porque acelera em Abu Dhabi com novo motor.

Algumas equipes testavam peças e componentes para o carro de 2021, que vai sofrer somente poucas alterações na comparação com a atual temporada. A Ferrari, por exemplo, usava um novo assoalho e também novos dutos de freios, já respeitando o regulamento que vai ser adotado no ano que vem. E a Haas, com Pietro Fittipaldi, também testava um novo assoalho, já na configuração de 2020.

Em sessão pra lá de morna, Verstappen assumiu a liderança com 1min37s378, com direito à melhor parcial no primeiro setor. O holandês da Red Bull era, contudo, somente 0s034 mais rápido que Bottas.

FÓRMULA 1; F1; LEWIS HAMILTON; GP DE ABU DHABI; TREINO LIVRE 1;
Lewis Hamilton está de volta ao seu carro para a corrida final de 2020 (Foto: Mercedes)

Enquanto Verstappen liderava a sessão com cerca de 25 minutos para o fim, Alexander Albon, que era somente o 14º, rodava na curva 13 durante a execução de uma volta rápida. Tudo diante do olhar atento de Christian Horner, chefe da Red Bull, que ainda não definiu quem vai ser o companheiro de equipe de Max em 2021.

Enquanto o treino se encaminhava para seu desfecho, Hamilton conseguia melhorar sua volta e, com pneus duros, subia para a quarta posição, atrás de Verstappen, Bottas e Esteban Ocon, embalado depois do seu primeiro pódio na Fórmula 1. Em seguida, Albon melhorou seu tempo e avançou para a quarta colocação, superando Hamilton em cerca de 0s2, com as Racing Point de Lance Stroll e Pérez em sexto e sétimo, respectivamente.

Ao fim de 90 minutos de sessão, Verstappen assegurou o melhor tempo da sessão, com Bottas e Ocon concluindo a lista dos três mais rápidos da tarde.

Fórmula 1 2020, GP de Abu Dhabi, Yas Marina, treino livre 1:

1M VERSTAPPENRed Bull Honda1:37.378 26
2V BOTTASMercedes1:37.412+0.03432
3E OCONRenault1:38.515+1.13734
4A ALBONRed Bull Honda1:38.547+1.16925
5L HAMILTONMercedes1:38.744+1.36624
6L STROLLRacing Point Mercedes1:38.831+1.45325
7S PÉREZRacing Point Mercedes1:38.956+1.57825
8D KVYATAlphaTauri Honda1:39.150+1.77227
9P GASLYAlphaTauri Honda1:39.160+1.78230
10K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:39.199+1.82122
11C SAINZ JRMcLaren Renault1:39.330+1.95227
12C LECLERCFerrari1:39.344+1.96625
13L NORRISMcLaren Renault1:39.352+1.97428
14S VETTELFerrari1:39.670+2.29219
15R KUBICAAlfa Romeo Ferrari1:39.905+2.52719
16G RUSSELLWilliams Mercedes1:40.446+3.06824
17N LATIFIWilliams Mercedes1:41.063+3.68527
18M SCHUMACHERHaas Ferrari1:41.235+3.85723
19P FITTIPALDIHaas Ferrari1:44.069+6.69124
20D RICCIARDORenault 3
  Tempo 107%1:44.194+6.816 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube