F1

McLaren diz que “verdadeira evolução” de carro só será vista completamente em 2020

Apesar de ocupar o quarto posto no Mundial de Construtores neste momento, a McLaren acredita que as novidades que traz no próprio carro só serão vistas por completo a partir da temporada 2020. Para Andreas Seidl, diretor-geral da equipe, o carro do próximo ano é que terá desenvolvimento em ritmo normal e, assim, será melhor

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
O momentâneo quarto lugar no Mundial de Construtores pode significar evolução para a McLaren na Fórmula 1, mas não completa. Segundo os dirigentes da equipe, apenas em 2020 os fãs verão o crescimento "verdadeiro" do carro da equipe.

Para Andreas Seidl, diretor-geral do time de Woking, apenas para a próxima temporada o carro será desenvolvido em ritmo normal e, assim, terá uma melhora real.

"O carro desse ano é um passo à frente em relação ao do ano passado, mas começou a ser pensado tardiamente, depois de todos os problemas. Acho que toda a extensão de mudanças que já começaram dentro da equipe nós veremos no próximo ano", disse ele ao 'Motorsport'.
Lando Norris (Foto: McLaren)
"E quando, normalmente, ele começa a ser desenvolvido? Assim que o colocamos na pista nos testes de inverno. Observamos certos pontos fracos do carro de cara e foi a primeira vez que começamos a pensar no que podíamos melhorar mais, ou no que focaríamos para o ano que vem", seguiu o dirigente.

Para ele, isso não diminui a esperança de seguir pontuando bem em 2019 e, até, a chance em manter a atual quarta colocação entre as equipes. Com 18 pontos, Carlos Sainz é o melhor da 'F1 B' no momento; Lando Norris tem 12 pontos; e, com estes 30, a McLaren tem dois de vantagem sobre a Renault no momento.

"Temos um carro que está respondendo ao desenvolvimento que levamos para a pista. Estamos em um momento positivo, com um espírito positivo dentro da equipe, o que ajuda em começarmos nosso plano já. E, para mim, ainda é o começo do trabalho. Estou há seis semanas aqui, duas semanas e meia na estrada, três na fábrica. Ainda preciso de tempo para entender tudo", finalizou Steidl.


Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.