Médico evita prever futuro de Schumacher: “Não podemos falar em que estado vai estar quando acordar”

Jean-François Payen, anestesista-chefe do Centro Hospitalar Universitário de Grénoble, afirmou que é muito cedo para falar sobre o futuro de Michael Schumacher e declarou que os médicos não sabem como o heptacampeão estará quando acordar

Acompanhe o noticiário completo sobre o acidente de Michael Schumacher


Michael Schumacher apresentou uma leve melhora na manhã desta terça-feira (31) após ser submetido a uma segunda cirurgia, que removeu um hematoma e reduziu a pressão intracraniana. O ex-piloto de F1, entretanto, segue em coma induzido e os médicos avaliam que seu estado ainda é crítico.
 
Mesmo constatando uma evolução no quadro do heptacampeão, os médicos evitam prognósticos. Em uma entrevista coletiva realizada nesta manhã, Jean-François Payen, anestesista-chefe do Centro Hospitalar Universitário de Grénoble, afirmou que os médicos não sabem como Schumacher estará quando acordar.
Médicos ainda evitam falar do futuro de Michael Schumacher (Foto: Mercedes)
As imagens da carreira de Michael Schumacher

“Ele ainda está em uma situação muito crítica, isso não mudou”, destacou Payen. “Não podemos falar em que estado ele vai estar quando acordar. Estamos aqui para falar das últimas 24 horas”, reforçou. “Novamente, não podemos especular sobre o futuro. Seria muito cedo para fazê-lo”, completou. 

 
Gérard Saillant, médico e amigo da família Schumacher, também compareceu à coletiva e avaliou que seria desonesto fazer qualquer tipo de previsão sobre o futuro do germânico. 
 
“Gostaria de deixar claro que tudo vai ser transparente, mas seria desonesto da nossa parte e da parte de vocês [jornalistas] falar sobre o futuro, sobre qual será o prognóstico amanhã, em seis meses, em um ano”, falou. “Seria estúpido falar disso”, resumiu. 
 
“Estamos aqui para falar das coisas que aconteceram e que estão acontecendo agora”, ressaltou. “Não estamos aqui para falar do que pode acontecer, e isso é muito importante. Não podemos especular sobre o futuro ainda”, completou.
A edição 45 da REVISTA WARM UP

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube