Melhores do Ano 2021: Masi dispara e vence incontestavelmente como decepção

A tão polêmica reta final da temporada 2021 da Fórmula 1 rendeu a Michael Masi 51% dos votos dos leitores do GRANDE PRÊMIO e a eleição como decepção do ano

Não teve quem pudesse bater de frente com Michael Masi na categoria Decepção do prêmio Melhores do Ano. Para 51,4% dos leitores do GRANDE PRÊMIO, o diretor de provas da Fórmula 1 mereceu o caneco contra equipe, pilotos e até corrida que chegaram à final.

O curioso é que Masi foi indicado para a final antes mesmo da última corrida da temporada, o que mostra que suas decisões foram controversas durante o ano inteiro. Numa dessas, por exemplo, está nosso segundo lugar: o não-GP da Bélgica teve quase 19% dos votos.

MICHAEL MASI; GP DA BÉLGICA;
Michael Masi não chega a estar prestigiado (Foto: Fórmula 1/YouTube)

A Aston Martin prometeu muito e cumpriu pouco ou quase nada em 2021. Assim, o time de Sebastian Vettel e Lance Stroll tomou 14% dos votos. Daniel Ricciardo, que até chegou a vencer corrida, mas andou abaixo do esperado quase a temporada toda, teve 10%, enquanto Felipe Drugovich, na F2, fez 5%.

Foram 3.435 votos na categoria.

Decepção:

Michael Masi 51,4%
Não-GP da Bélgica 18,8%
Aston Martin 14,1%
Daniel Ricciardo 10,6%
Felipe Drugovich 5,1%

LEIA TAMBÉM
Mercedes encerra protesto e parabeniza Verstappen, mas pressiona FIA por clareza
Mercedes diz que “interpretação freestyle” da regra fez Hamilton “alvo fácil” em Abu Dhabi
Mercedes evita fadiga inútil nos tribunais e acumula poder na F1 com vantagem sobre FIA
Presidente da FIA vê F1 “muito permissiva” com críticas: “Ninguém é perseguido”

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar