Mercedes revela que detrito da Ferrari fez Bottas perder 0s8 por volta em Ímola

Andrew Shovlin, engenheiro de pista, revelou que a queda de rendimento foi tão significativa que todos na equipe alemã ficaram incrédulos observando os números

Valtteri Bottas foi prejudicado pela Ferrari mesmo que indiretamente no GP da Emília-Romanha. Andrew Shovlin, engenheiro de pista da Mercedes, explicou que o finlandês perdeu cerca de 0s8 por volta decorrente do detrito de Sebastian Vettel preso em seu carro.

Ainda na primeira volta, o alemão danificou o SF1000 ao se chocar com Kevin Magnussen. Um pedaço de sua asa quebrou e no segundo giro, na curva Tosa, Valtteri levou a pior ao passar por cima da peça, que ficou presa em seu W10 e custou parte da performance.

“Estávamos vendo uma grande queda de desempenho. Mas o problema é que a escala da queda em termos de tempo de volta era de 0s7 a 0s8. Não estávamos realmente acreditando nos sensores, pois estávamos vendo o quanto Valtteri não estava acelerando tanto e sendo capaz de fazer voltas razoáveis quando precisávamos criar uma pequena diferença”, explicou Shovlin.

Bottas foi prejudicado por detrito da Ferrari (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“É muito difícil apontar uma perda de tempo absoluta porque pode afetar o carro de uma maneira não linear ao redor do circuito ou um comportamento diferente nas diferentes direções das curvas. Mas logo não acreditamos o quão grande era e não sabíamos o que causava”, emendou.

“Quando se olha para o tamanho do pedaço e o fato de ser vermelho, não acredita que não conseguia ver nas câmeras. Mas estava encaixado e a parte visível era preta. Como o carro inteiro é preto, não conseguimos vê-lo. Se fossemos capazes de enxerga-lo, talvez teríamos feito um trabalho melhor em removê-lo ainda na primeira parada. Foi uma má sorte para ele”, completou.

Bottas explicou que chegou a ver o detrito na pista, mas decidiu passar por cima para não ter um eventual furo no pneu. “Definitivamente tomou a decisão correta ao passar reto. Caso tivesse atropelado, teria causado um furo instantâneo. Mas depois não foi sua culpa, basicamente o segurou para o resto da tarde”, concluiu.

Valtteri liderou a primeira parte da disputa no circuito de Ímola, mas após Lewis Hamilton atrasar sua primeira parada no pit-stop, não foi capaz de alcançar o companheiro, cruzando a linha de chegada na segunda colocação.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube