Mercedes vê sorte em manobra de Verstappen no México: “Entrou torcendo pelo melhor”

Estrategista-chefe da escuderia alemã, James Vowles disse que Verstappen não mediu o movimento de ultrapassagem que fez na curva um e lembrou do acidente entre Valtteri Bottas e Daniel Ricciardo

MERCEDES ENTREGA OS PONTOS NA F1 2021? MAZEPIN É EXPULSO DE BALADA? | Paddock GP #265

Max Verstappen fez uma corrida tranquila na Cidade do México, dominando praticamente de ponta a ponta e vencendo pela nona vez na temporada. No entanto, o holandês largou na terceira posição e passou as duas Mercedes logo após a largada, na freada para a primeira curva, em manobra sensacional. A Red Bull, inclusive, afirmou que prodígio já havia treinado o movimento. Na Mercedes, entretanto, há quem discorde.

“Se você for ver os comentários do Verstappen após a corrida, ficou claro que ele entrou [na curva] adivinhando e esperando pelo melhor”, afirmou James Vowles, estrategista-chefe da Mercedes. “E acabou funcionando para ele”, opinou Vowles.

Assim que Bottas largou, o finlandês se colocou no meio da pista, deixando o lado direito para Hamilton e o esquerdo desguarnecido. A ideia da Mercedes era deixar o britânico tomar a posição por dentro, mas Verstappen aproveitou o espaço, entrou pelo outro lado e saiu na frente de ambos na freada. O dirigente acredita que os dois carros da escuderia alemã ficaram fora do traçado ideal da pista, ao contrário do #33.

“O bom início de Verstappen significou que ele pôde ficar lado a lado com Valtteri muito, mas muito rápido”, reconheceu Vowles. “O resultado disso é que eles três acabaram ficando emparelhados incrivelmente rápido antes de chegarem à curva um. Aí, era só uma questão de frear. Valtteri não estava no melhor traçado, e Lewis também não”, disse.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Vowles ainda lembrou do toque de Ricciardo em Bottas, que fez o finlandês rodar na primeira volta (Foto: Alfredo Estrella/AFP)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“A aderência do lado direito da pista é um pouco pior do que o lado que Verstappen estava, na linha de corrida”, explicou Vowles. “Mesmo assim, a diferença de freada deveria ser de alguns metros, não a diferença que foi vista. Em último caso, os pilotos frearam quando acharam que poderiam”, resignou-se.

Após a virada na primeira curva, já com Verstappen na liderança e Hamilton em segundo, a situação piorou drasticamente para a Mercedes: Daniel Ricciardo acertou a traseira de Bottas e o fez rodar, danificando também a asa dianteira de sua McLaren e comprometendo a corrida de ambos.

“Acabamos perdendo como resultado disso [ultrapassagem de Verstappen] e ainda mais conforme entramos na curva, como viram”, disse Vowles, lembrando o acidente entre Ricciardo e Bottas. “Outros carros travaram, Ricciardo foi um deles, o contato aconteceu e Valtteri foi empurrado para o fundo do grid”, encerrou.

A Fórmula 1 volta a acelerar já neste final de semana, entre os dias 12 e 14 de novembro, com a disputa do GP de São Paulo. O evento terá cobertura especial e ‘in loco’ do GRANDE PRÊMIO, diretamente do Autódromo de Interlagos.

Esteban Ocon foi ensanduichado por Mick Schumacher e Yuki Tsunoda (Vídeo: Reprodução)
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar