Muito dinheiro, nenhum resultado: segue o calvário da Aston Martin em 2022

Equipe comandada pelo empresário canadense Lawrence Stroll possui uma quantidade significativa de dinheiro para investir, mas até hoje não conseguiu colher na prática os resultados que deseja

Com investimento bilionário do empresário Lawrence Stroll e estabelecida como uma das marcas mais respeitadas do mundo, a Aston Martin não consegue dar o tão sonhado passo à frente na Fórmula 1. Apesar de todo o dinheiro envolvido, as tomadas de decisão na equipe passam sempre pelo canadense, que optou por ter seu filho, Lance Stroll, como titular da equipe.

Assim, fica o questionamento: a Aston Martin realmente se prepara para ser uma potência da Fórmula 1? Stroll gerou investimento para a construção de uma fábrica tecnológica para a equipe na Inglaterra — que ainda está em andamento — e deixou claro que pretende brigar pelo título no futuro, mas, até o momento, a equipe não conseguiu dar um passo em direção a isso.

ASTON MARTIN; LAWRENCE STROLL;
Lawrence Stroll prometeu ganhar um título mundial em até 5 anos (Foto: Aston Martin)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Pelo contrário, parece que a cada ano a Aston Martin regride em relação ao excelente quarto lugar conquistado pela então Racing Point no Mundial de Construtores de 2020. Com muito dinheiro e pouquíssimo resultado, o calvário da equipe verde parece continuar em 2022 — ao menos pelo que pôde ser visto no Bahrein.

Esse é o tema do vídeo do repórter João Pedro Nascimento desta semana, que você confere abaixo:

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar