“Muito satisfeito” e surpreso com 4º no grid, Pérez fala até em “subir ao pódio” na Itália

Com uma Racing Point que ficou longe do potencial esperado da ‘Mercedes rosa’ nas últimas corridas, a posição na segunda fila do grid de largada em Monza pegou Sergio Pérez de surpresa. Para a corrida, o mexicano aposta até em pódio se “tudo correr bem”

Há quase oito anos, Sergio Pérez brilhou no GP da Itália e, a bordo da Sauber, conquistou o pódio em Monza ao cruzar a linha de chegada em segundo depois de ter largado em 12º. Neste domingo (6), o mexicano nascido em Guadalajara, agora a bordo da chamada ‘Mercedes rosa’, o carro da Racing Point para 2020, vai fechar a segunda fila no circuito italiano. No fim das contas, fica a esperança de repetir a façanha daquela tarde de 9 de setembro de 2012.

Mas Pérez não esperava conseguir um lugar tão bom no grid em Monza neste sábado. Particularmente, a última jornada na temporada, o GP da Bélgica, não foi muito positivo para ‘Checo’, que largou em oitavo e cruzou a linha de chegada apenas em décimo. Mas tudo foi diferente na Itália na sessão de classificação. Sergio igualou seu melhor grid de largada na temporada, repetindo as posições iniciais dos GPs da Hungria e da Espanha.

Sergio Pérez não esperava andar tão bem em ritmo de classificação neste sábado (Foto: Racing Point)

“Yeah!! Muito satisfeito, já que não esperávamos esse desempenho na classificação. Nosso ritmo não parecia tão bom”, declarou o dono do carro #11 pouco depois da classificação em Monza.

Se não havia tanta esperança em performance na classificação, para o domingo a confiança é bem maior. “Devemos ter um bom ritmo amanhã na corrida, vai ser uma corrida longa e quente, mas podemos estar ali no bolo”, apostou.

Sua melhor volta na classificação deste sábado foi 1min19s720, tempo somente 0s025 mais lento na comparação com a marca estabelecida por Carlos Sainz, da McLaren, o terceiro colocado no grid. Na visão de Pérez, o seu resultado neste sábado poderia ter sido até maior se não fosse por um fator que se mostra decisivo em Monza.

“Acho que estava muito longe do carro da frente, o que me matou em velocidade em linha reta”, disse.

Para completar, Pérez reforçou que acredita ser possível, quase oito anos depois, voltar a conquistar um troféu no templo sagrado do automobilismo. “Amanhã devemos estar no bolo e, se tudo correr bem, podemos subir ao pódio”.

A Fórmula 1 larga para a disputa do GP da Itália, oitava etapa da temporada 2020, às 10h10 (de Brasília) deste domingo. Antes, a partir de 9h, o GRANDE PRÊMIO faz a transmissão AO VIVO do BRIEFING pré-corrida, que analisa a classificação e as últimas informações vindas de Monza. Tudo na GP TV, o canal do GRANDE PRÊMIO no YouTube.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube