Negociação de Vettel com Aston Martin já faz Pérez procurar outras equipes

Diante das negociações avançadas entre Sebastian Vettel e a Aston Martin, hoje ainda Racing Point, Sergio Pérez já corre atrás de uma maneira de seguir na F1 em 2021. O mexicano busca lugar ou na Alfa Romeo ou na Haas, informou a ESPN México

A iminência do acordo entre Sebastian Vettel e a Aston Martin, atualmente Racing Point, já fez mexer com o piloto que seria rifado nesta operação: Sergio Pérez. Com a situação se desenhando a passos largos, o mexicano está de olho em alternativas para permanecer no grid da Fórmula 1.

De acordo com a ESPN México, o empresário de Pérez, Julian Jacobi, já conversa com Haas e Alfa Romeo para uma das vagas das equipes em 2021. Os dois times contam com duplas de pilotos bastante discutidas e com espaço para o ano que vem.

A Haas insiste com a dupla Romain Grosjean e Kevin Magnussen. Os dois ajudaram a equipe a conquistar o penúltimo posto da classificação do Mundial de Construtores do ano passado, com exibições apagadas e até mesmo incidentes entre ambos. Mas Günther Steiner, chefe da escuderia, atribuiu o mau resultado ao carro em si. Por isso, resolveu renovar com ambos.

A Alfa Romeo também traz a mesma dupla do ano passado, Kimi Räikkönen e Antonio Giovinazzi. O finlandês não parece ter a mesma disposição de permanecer na F1 como na virada de chave pós-Ferrari e o italiano não entrega os melhores resultados possíveis.

Coincidentemente, Haas e Alfa Romeo andaram absolutamente juntas no GP da Estíria do último domingo.

Romain Grosjean à frente de Kimi Räikkönen no GP da Estíria (Foto: AFP)

É verdade que Pérez tem contrato com a Racing Point até 2022, mas a notícia que eclodiu nesta semana é que existe uma cláusula que pode ser ativada pela Racing Point até o próximo dia 31 de julho para que o contrato seja desfeito ao fim de 2020.

A informação do jornal alemão Bild é que a equipe inglesa teria de pagar “muito dinheiro” pela rescisão, mas ela está prevista.

Até a semana passada, não se esperava que Pérez fosse rifado desta forma pela equipe que defende desde 2014 e os tempos de Force India. Entretanto, os boatos sobre a possível chegada de Sebastian Vettel, que tem poucas opções realistas para permanecer na F1, e o fato de ser companheiro de Lance Stroll, filho do dono do time, Lawrence Stroll, complicaram a situação de Pérez.

De acordo com o Bild, o contrato que levará Vettel à Aston Martin/Racing Point já foi redigido. O que falta é a assinatura. A ESPN México até cogita que o anúncio seja feito a partir de 2 de agosto.

Já imaginou se as equipes de Fórmula 1 fossem times de futebol? Pois bem, Vinicius Alves, com a conta @cecvini no Twitter, decidiu exercitar a criatividade e fez o design de dez camisas com as pinturas atuais do grid. Quer ver como ficaram os uniformes da Mercedes preta, a Racing Point ‘Mercedes Rosa’, a Ferrari, McLaren e todas as outras? CLIQUE NA FOTO ou AQUI.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube