Latifi reclama de carro “imprevisível” da Williams depois de bater duas vezes em Jedá

Nicholas Latifi sofreu dois acidentes durante o final de semana na Arábia Saudita, um na classificação, e outro logo no início da corrida, que o fez abandonar precocemente a prova

Nicholas Latifi bateu logo no início do GP da Arábia Saudita (Vídeo: F1 TV)

A Williams começou mais uma temporada da Fórmula 1 andando no final do grid. Depois de duas corridas, a equipe britânica ocupa a última colocação no Mundial de Construtores empatada com a Aston Martin, ambas sem nenhum ponto. O GP da Arábia Saudita foi ainda pior do que o do Bahrein, com Nicholas Latifi e Alexander Albon abandonando a prova por conta de batidas.

O canadense teve um final de semana desastroso, com dois acidentes. O primeiro aconteceu na classificação. Latifi estava em sua volta rápida, quando perdeu o controle da traseira de seu FW44 e acertou em cheio a barreira de proteção da curva 11. O segundo foi logo no início da corrida, quando novamente perdeu o controle da parte de trás do carro e bateu de frente na saída da última curva.

A explicação de Nicholas para os acidentes está relacionada com a dificuldade de domar o carro. “A traseira só se soltou, é imprevisível. É o que estamos enfrentando com esse carro até aqui, é muito imprevisível e desbalanceado, não há segredos. Mas, como piloto, é meu trabalho tentar tirar o máximo do carro. Bati duas vezes e não é isso que espero de mim”, lamentou Nicholas após o GP da Arábia Saudita.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Nicholas Latifi atinge o muro e abandona o GP da Arábia Saudita na 16ª volta (Foto: F1)

“Estou tendo muitas dificuldades com o balanço do carro. Uma coisa é o nosso desempenho geral, em que estamos com pouco downforce, e outra coisa é onde estou com o balanço, que está sendo uma bagunça. Essa é minha situação”, explicou o piloto da Williams.

Albon parecia estar tendo um final de semana melhor, mas acabou abandonando a prova nas voltas finais após tentar uma manobra meio desesperada para cima de Lance Stroll. O piloto tailandês também relatou o mesmo problema de seu companheiro após a prova.

“É complicado. Quando está na janela certa, é bom, é um carro bom de pilotar. Nós tivemos esses momentos até agora, inclusive no final da corrida éramos bem rápidos, é só uma questão de tentar deixar o carro mais consistente e previsível”, comentou Albon após a corrida de Jedá.

A tentativa de ultrapassagem errada sobre Stroll rendeu ao tailandês da Williams uma punição de três posições no grid do GP da Austrália, que acontece no próximo dia 10 de abril.

FÓRMULA 1 2022: TUDO SOBRE O GP DA ARÁBIA SAUDITA DE F1 | Briefing
Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.