Hülkenberg nega conversas com Alfa Romeo e vê porta na F1 fechada: “Vida que segue”

Nico Hülkenberg negou que está negociando com a Alfa Romeo e crê que portas para retorno na Fórmula 1 estão fechadas. Alemão não tem contrato fixo desde o fim de 2019

COMO BOTTAS TEM CHANCE NA ALFA ROMEO DE SER PROTAGONISTA DE SUA HISTÓRIA NA F1

Fora do grid da Fórmula 1 desde 2019 e sem participar de um GP desde 2020, Nico Hülkenberg crê que sua história na categoria finalmente se encerrou. Com diversas transferências no mercado de pilotos fechadas nas últimas semanas, restou apenas uma vaga possível no grid de 2022, na Alfa Romeo, mas não está nos planos do piloto.

Em entrevista ao jornal alemão Bild, Hülkenberg afirmou que não houve procura por parte do time de Hinwil, que já fechou com Valtteri Bottas, para a temporada 2022. O holandês Nyck de Vries e o chinês Guanyou Zhou são os mais cotados para a vaga no time.

“Não teve conversa com a Alfa Romeo. Esta seria a última opção para garantir um lugar em 2022, já que todos os outros lugares foram fechados”, disse o piloto.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Nico Hülkenberg é substituto da Mercedes e Aston Martin (Foto: Mark Thompson)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Nico correu pelo time de Hinwil ainda nos tempos de Sauber, em 2013. O alemão também teve passagens por Williams, Force India e Renault na Fórmula 1, e mencionou que analisa propostas para correr em outras categorias.

“Vida que segue. Tenho convites animadores de outras categorias e não tenho pressa de tomar uma decisão. Vou resolver tudo e ver como as coisas desenvolvem”, concluiu o piloto, que recentemente virou alvo da Ed Carpenter Racing, na Indy.

GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do GP da Itália deste fim de semana AO VIVO e EM TEMPO REAL

COMO A RED BULL CONTRA-ATACOU E FOI NO ERRO DA MERCEDES PARA VENCER O GP DA HOLANDA DE F1

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar