Mazepin lamenta acidente com Schumacher em Monza e assume: “Culpa minha”

Nikita Mazepin mudou o tom após novo incidente com Mick Schumacher. O russo, que atacou o alemão no GP da Holanda, terminou o GP da Itália admitindo erro em briga por posição

Lewis Hamilton e Max Verstappen bateram no incrível GP da Itália (Vídeo: Reprodução/TV)

Nikita Mazepin voltou a cruzar caminhos com Mick Schumacher. O russo rodou o alemão no GP da Itália, trazendo novos temperos a uma rivalidade interna na Haas. Dessa vez, entretanto, Nikita admitiu que passou do ponto na briga por posição com Mick.

Mazepin até ponderou que foi um acidente de corrida. Afinal, estava mergulhando no que considerou uma oportunidade real na segunda chicane de Monza. Dito isso, o russo admitiu que podia ter adotado postura diferente.

“Ele [Schumacher] freou muito cedo na curva 4 e eu coloquei meu carro ali”, comentou Mazepin. “Claro, ele precisava fazer a curva também e é uma pena que isso tenha acontecido. Foi minha culpa, mas foi acidente de corrida. Há vezes em que você coloca o bico do carro quando o outro carro está tentando fazer a curva. Foi erro meu, mas acho que está claro para todo mundo que não estou feliz com isso. Eu lamento porque fiquei sem parte da asa dianteira”, seguiu.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

LEIA TAMBÉM
+OPINIÃO GP: Hamilton tem razão: Verstappen teima em ceder e adota posição perigosa

Nikita Mazepin arranjou novos problemas na F1 (Foto: Haas)

A declaração de Mazepin vem em um tom bem mais calmo do que o visto uma semana atrás em Zandvoort. O russo teve uma guerra verbal com Schumacher após incidentes tanto no treino classificatório quanto na corrida.

Assim como na Holanda, a jornada de Mazepin na Rússia terminou em abandono. Schumacher terminou em 15°, também conhecido como último.

“A gente tinha um problema no motor e, pelo que entendi, eu perdi potência e tinha risco de danos na unidade de potência inteira. Talvez não desse para recuperar o motor, então a equipe pediu para parar imediatamente”, apontou Mazepin.

A corrida teve vitória de Daniel Ricciardo, comandando dobradinha da McLaren. A prova teve como destaque o novo acidente entre Lewis Hamilton e Max Verstappen, com os dois abandonando.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar