Mazepin nega expulsão de boate no México e diz que brigou por engenheiro barrado

O vídeo de uma discussão envolvendo Nikita Mazepin numa boate mexicana rodou o mundo e, apesar de testemunhas falarem em expulsão, o russo disse outra coisa

Os bastidores dos testes de Covid em Interlagos (Vídeo: Fernando Silva/GRANDE PRÊMIO)

Além do desempenho nem sequer digno de nota na Cidade do México, a passagem de Nikita Mazepin pelo país latino foi marcado por um vídeo de discussão dentro de uma boate local. Testemunhas que presenciaram a briga afirmaram que o piloto foi expulso do local após o problema, mas Mazepin garante que o que aconteceu foi outra coisa.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

De acordo com o piloto da Haas, não expulsão. A briga se deu porque a boate barrou um dos engenheiros da equipe estadunidense, que estava entre os convidados do piloto, para que entrasse no camarote onde havia organizado uma festa. Mazepin foi tirar satisfação.

“Acho que a situação, ao menos da minha parte, foi muito clara. Definitivamente, ninguém foi expulso. Eu fiquei chateado porque um dos meus engenheiros estava indo embora. Convidei tudo mundo da equipe e vi que uma das pessoas não teve a entrada permitida, infelizmente”, disse.

“Então, sim fui esclarecer isso. Levou três ou quatro minutos. Todo mundo entrou e, na verdade, foi uma ótima festa. Ficamos algumas horas lá”, garantiu.

Nikita Mazepin e mais um problema (Foto: Haas)
Paddockast #129: Tudo que você precisa saber sobre o GP de São Paulo

O chefe da Haas, Guenther Steiner, foi questionado e disse que ainda não tinha falado com o piloto sobre o assunto, mas colocou panos quentes.

“Foi mais uma discussão sobre alguma coisa. Não falei com ele sobre isso, ainda não encontrei com ele, mas acho que foi mais uma questão de que não estava conseguindo acesso a alguma coisa e queria provar o ponto dele”, falou à revista inglesa Autosport.

“Certamente… Tudo que você ou qualquer pessoa faz, alguém filma. E Nikita já tem uma reputação, eu acho, então acaba sendo ainda mais repercutido. Não fica nada mais fácil”, finalizou.

Mazepin já colecionou problemas na carreira, mas o caso mais grave foi um vídeo de assédio sexual publicado pelo próprio piloto após ser anunciado como piloto da Haas. Apesar da gravidade da situação, F1 e equipe permitiram que ele de fato assumisse a vaga sem grandes sobressaltos.

O GRANDE PRÊMIO acompanha o GP de São Paulo ‘in loco’ em Interlagos com os jornalistas Fernando Silva e Gabriel Curty, além de toda equipe de maneira remota. O GP também segue todas as atividades de pista do fim de semana AO VIVO e EM TEMPO REAL.

MERCEDES E RED BULL VOLTAM A SE CUTUCAR + ENTREVISTAS EM SÃO PAULO | Paddock GP #266

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar