Nono no Canadá, Räikkönen pontua pela 24ª vez consecutiva na F1 e iguala recorde de Schumacher

Se terminar o GP da Inglaterra entre os dez primeiros, Kimi Räikkönen passará a ser o dono da maior sequência de corridas dentro da zona de pontuação na história do Mundial de F1. Neste domingo, contudo, ele foi prejudicado por problemas nos freios

Kimi Räikkönen e Michael Schumacher dividem um recorde de regularidade no Mundial de F1. Neste domingo (9), o finlandês da Lotus cruzou a linha de chegada no GP do Canadá na nona posição e alcançou a marca de 24 corridas consecutivas dentro da zona de pontuação, igualando a marca estabelecida por Schumacher em 2003.

Apesar desta importância sequência, que pode continuar crescendo daqui a três semanas, no GP da Inglaterra, Kimi não ficou muito contente com o desempenho apresentado no Circuito Gilles Villeneuve. Os dois pontos significados não foram suficientes para que ele continuasse na vice-liderança do Mundial de Pilotos, que agora pertence ao espanhol Fernando Alonso, da Ferrari. Sebastian Vettel segue líder.

Kimi Räikkönen não sabe o que é terminar sem pontuar desde o GP da China de 2012 (Foto: Getty Images)

O motivo da má performance do piloto foi um problema técnico no E21: os freios do carro aurinegro não funcionaram bem durante as 70 voltas da corrida e o atrapalharam nas disputas de posição ao longo da prova.

“Minha corrida não começou muito bem, e depois os meus freios foram sumindo com o pedal ficando mais leve, um problema parecido com o que tivemos na sexta-feira. Não era o ideal, mas pelo menos os freios estavam bons o suficiente para que eu reduzisse para as curvas”, explicou Räikkönen.

“Infelizmente, perdi muito tempo e não pude atacar, além de que perdemos alguns segundos no pit-stop, o que também não ajudou. A maior parte foi seguir carros e me defender de quem vinha atrás, então não foi o melhor dos resultados. Foi um fim de semana ruim, mas, ao menos, marcamos alguns pontos”, completou.

A cobertura completa do GP do Canadá no GRANDE PRÊMIO
As imagens de domingo da F1 em Montreal
Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube