Novo chefe da McLaren, Capito se diz determinado em manter Alonso além da temporada 2017: “Ele é um grande trunfo”

Jost Capito, que assumiu o posto de chefe da McLaren, afirmou que uma de suas prioridades é manter Fernando Alonso na equipe além de 2017. O dirigente também espera por um “grande passo” da Honda na temporada que vem

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Novo chefe da McLaren, Jost Capito está determinado a manter Fernando Alonso na equipe inglesa além de 2017. O bicampeão tem contrato com o time de Woking vai terá o final da próxima temporada. O espanhol, no entanto, já afirmou que, antes de ampliar o vínculo com a esquadra, deseja ver como serão os novos carros do ano que vem.

 
"Se o carro e o motor forem bons, e ele gostar das regras, não há razão para que ele não fique conosco", afirmou o dirigente, que assumiu o cargo em setembro último. "Fernando é um grande trunfo para a equipe e devemos fazer de tudo para mantê-lo", completou em entrevista à emissora BBC Sport.
 
A F1 vai correr sob um novo regulamento em 2017. As regras devem deixar os carros até cinco segundos mais rápidos por volta, enquanto a Pirelli trabalha para fornecer pneus mais largos e com menor desgaste. 
Stoffel Vandoorne conversa com o chefe da McLaren Jost Capito (Foto: McLaren)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Capito assinou com a equipe inglesa ainda no início do ano, mas seguiu até a metade de 2016 como chefe da Volkswagen no Mundial de Rali, onde desenvolveu uma grande amizade com Carlos Sainz, pai do piloto da Toro Rosso. A relação acabou por estreitar também os laços com Alonso. "Carlos tem um bom relacionamento com Fernando e eu tenho uma boa relação com Carlos, e isso me ajudou a me aproximar de Fernando também", revelou.

 
O alemão também espera uma melhora significativa da Honda, também como forma de convencer Alonso a seguir com a McLaren. "Espero que possamos melhorar o carro e também aguardo por um grande passo da Honda com relação aos motores. É sempre necessário um certo tempo para formar uma equipe, por isso espero por uma melhora no geral", acrescentou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube